Quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2014

Ainda o Miró

 

 

Eu a julgar que o assunto estava morto e enterrado (para mim, já que o “outro” continuará até…sabe-se lá quando) e eis que me vi obrigado a apresentar queixa na Judite, por assalto a “garfo armado”. Pela calada duma destas noites, alguém assaltou o blog e comeu a açorda de camarão. Para isso teve de dopar os dois cães de guarda que lá tinha deixado (ver fotos), para proteger o pitéu.

Repare-se que não roubou a caçarola, comeu o conteúdo e deixou-a, suja e desarrumada. A PJ já levou a dita cuja para recolher amostras, que permitirão determinar o ADN do ladão/comilão. Muito me vou rir, pois vai ser canja a descoberta desta açorda. Será?

Não serei eu a fazer suposições sobre eventuais suspeitos. A PJ disse que todos os que gostam de açorda de camarão são suspeitos. Vão ter um trabalho dos diabos até ao encerramento do processo “por falta de provas” (não sei onde já li isto). Já fui abordado por várias TV’s para entrevistas, mas nem tão pouco lhes permiti que atravessassem a cortina de algas que zelam pela minha intimidade.

Os camarões, coitados, andam tristes por andarem nas bocas do mundo (“bocas do mundo” uma ova, aliás dois ovos, pois isto foi obra de uma boca só). Porquê? Porque só havia um garfo, como mostra a foto junta.

Afirmo desde já que não desconfio de nenhuma das pessoas que aqui vieram e deixaram comentários. Isto é obra de quem entrou sorrateiramente.

O não ter levado nenhuma das obras expostas, todas de altíssimo valor, e ter-se “apropincoado” com a açorda (e note-se que o “aprincoamento” é crime de grau superior), mostra que a sua sensibilidade artística é nula, o que não acontece com os visitantes habituais deste espaço, tudo gente dada às artes (certo que também há as “malas artes”, que é quando se metem os quadros dentro das malas).

A vida continuará, a açorda não será devolvida é ponto assente e para a semana este blog tratará de assuntos bem mais interessantes, que de roubo de açordas.

 

Para não se perder tudo aqui fica esta receita…

 

Açorda à portuguesa

 

   Pão de trigo sem ter sombra de joio,

Azeite do melhor de Santarém,

Alho do mais pequeno e do saloio.

Ponha em lume brando e mexa bem.

 

Sal que não seja inglês, que é remédio.

Toda a criança assim alimentada,

 É capaz de deitar abaixo um prédio....

Quatro meses depois de desmamada....

 

Com este bom pitéu, sem refogados,

Invenção puramente lusitana,

Os ilustres varões assinalados

Passaram ‘inda além da Taprobana......

 

Fortes pela açorda, demos nós aos mouros,

Como se sabe, uma fatal derrota...

E abiscoitámos majestosos louros...

Para os nobres troféus de Aljubarrota...

 

(Autor desconhecido - já publicada num post de antanho)

 

 

 

Elementos de prova, recolhidos pela PJ.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 13:50
link do post | comentar | favorito
21 comentários:
De Maria Araújo a 14 de Fevereiro de 2014 às 18:48
Ó Carapau, aumenta a letra na caixa dos comentários, por favor.
Grata.
Beijo


De Carapau a 15 de Fevereiro de 2014 às 12:55
(Parece que não "é mais abaixo" mas mais a cima...)
Já tentei satisfazer o teu pedido, já fiz o que julguei certo mas não resultou. Como no teu blog as letras dos comentários são de facto de maior tamanho, agradeço que me mandes "o roteiro" para fazer essa alteração.
Desde já o meu agradecimento.
Bjo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds