Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

Palíndromo

Andava eu à procura, em “velhos” papeis, de um assunto que sabia que tinha guardado, quando entre muitas curiosidades dei com umas folhas com palíndromos.

Diz o dicionário que palíndromo é uma palavra grega, que significa, em grego, “que corre para trás”. (Aqui entre parêntesis apetece-me dizer que é por isso que a vida dos gregos corre para trás e nós, ao adoptarmos a palavra levamos também pela mesma medida).

Voltando ao palíndromo: em português este termo significa a palavra ou o número cuja leitura é a mesma quer se faça da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda. (Para estes números usamos habitualmente a palavra capicua).

Exemplos de palíndromos: de números: 1991 – 5775 – 838. Convém dizer que há um número infinito de palíndromos com números. Já com palavras há um número muito limitado. Três exemplos: anilina – arara – Ana.

Nada de muito complicado nem difícil de descobrir ou inventar.

O interessante são, a meu ver as frases, também elas palíndromos, de que vou deixar aqui alguns exemplos, com o desafio, para quem gosta de desafios, para inventar mais umas tantas frases, mesmo que curtinhas.

Assim, aqui ficam meia dúzia delas:

 

- A moral, claro, má.

- Obeso, só sebo.

- O Pedro morde pó.

- O galo nada no lago.

- A mala nada na lama.

- Anotaram a data da maratona.

 

(Nota: não ligar aos acentos nem à pontuação).

E mais não digo.

Na net encontram-se muitas mais, aqui só chamei a atenção para a existência dos palíndromos.

Termino a vestir “o casaco”.

 

Nota final: eu já vi uma mala a nadar na lama, a quando de fortes enxurradas que tudo levam. Agora um galo a nadar no lago é que só mesmo num palíndromo…

 

Este texto não foi convertido, como aqui é habitual, para a nova ortografia, não fosse o conversor estragar-me algum palíndromo.

 

publicado por Carapaucarapau às 21:30
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. E vai (mais) um...

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds