Quinta-feira, 9 de Maio de 2013

Diálogos

Há conversas que não passam de muito palavreado, mas nada dizem.

Outras que em meia dúzia de palavras dizem tudo e nem precisam de um desenho para as entendermos.

 

Por essa altura eu vivia no Porto com mais os dois Carapaus que constituíam o cardume. E continuam a constituir, louvado seja o Senhor, ainda que navegando em oceanos diferentes.

Estava-se em princípios de setembro e só eu ocupava a caverna que nos servia de abrigo, os outros estavam de férias, mais para sul. Era um sábado, ainda se trabalhava aos sábados por essa altura (uns só de manhã, outros o dia inteiro). Eu tinha começado a trabalhar há meia dúzia de meses, daí o manter-me na “Mui Nobre, Leal e Invicta Cidade do Porto” e só não escrevo carago, porque essa palavra não faz parte de divisa.

Estamos portanto num sábado à noite e eu sozinho por ali…

Deve ter sido por medo da solidão que não dormi na caverna. Procurei outra onde, menos solitário, pudesse passar a noite. Se fui pescado por arrastão ou por um anzol isolado já não me recordo bem, talvez até tenha eu passado a pescador…

Não sei se por estranhar a cama, habituado que estava à velha cama de algas, se por outro motivo qualquer (mas vou por esta segunda hipótese) a verdade é que devo ter dormido pouco “e depressa”. Daí o ter-me levantado mais tarde e lá para o fim da manhã regressei a penates, isto é, ao 3º andar e último, do prédio onde tinha a caverna.

Ao chegar ao patamar desse último andar dei de caras com um outro Carapau, sentado no chão e encostado à porta. Desenvolveu-se então um dos diálogos mais prolixos que já tivemos até hoje (e quando nos encontramos falamos pelas barbatanas).

Convém dizer que fui apanhado de surpresa, não era suposto o Carapau em questão voltar tão cedo de férias. Foi então que:

- Tás aqui? – perguntei com ar espantado.

- Tou. – Respondeu com ar ensonado.

- Há muito tempo?

- Desde ontem.

- E não entraste?

- Não tenho chave.

Abri a porta e entramos sem mais palavras.

 

Há dias, no último encontro que tivemos, onde relembramos certas cenas passadas, perguntei-lhe se se lembrava desta. Disse que não.

O que prova que há coisas e situações que para uns ficam gravadas e para outros não.

Lembro-me também do diálogo, que ouvi a certa altura dessa noite, que se passava no quarto ao lado e tão distintamente que deveria haver uma comunicação qualquer entre eles, de que aliás não me apercebi.

Foi também um diálogo eloquente, que só não transcrevo aqui porque isto é um blog sério (quantas vezes o hei de gritar ao mundo?) e também porque diálogos ouvidos em “albergues espanhóis” não devem ser divulgados.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 13:48
link do post | favorito
De Labirinto de Emoções a 10 de Maio de 2013 às 20:52
Hum...hum...pescador ou pescado por anzol isolado ainda acredito, agora por arrastão, nem pensar, não és carapau de arrastão..:))))
E a cama...oh a cama, essa não devia ser de facto grande coisa...pois ainda te deu para ouvires conversas alheias... fosse ela fofa, macia e confortavel... não terias tu tido tempo para os sentidos auditivos em alerta...:)))
E como isto é um blogue sério...fico-me por aqui...(para não notares que já dei uma gargalhada)
Beijocas em silêncio...e sem desenhos..:)))))


De Carapau a 11 de Maio de 2013 às 16:30
Às vezes eu até durmo em pé, quanto mais deitado.
Acontece porém (acontecia, melhor dito) que durmo sempre com os ouvidos abertos e atentos. E qualquer carapau que se preze consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo. :))
E garganta também nunca lhe faltou. :))
Bjo.


De Rafeira a 12 de Maio de 2013 às 13:52
Passaste uma noite de Rodriguez ? Não havia necessidade .....


De Carapau a 13 de Maio de 2013 às 10:38
Eu sei quase tudo :) percebo tudo :) só que às vezes não m'alembro.
Portanto terás de me explicar quem é ou era o Sr. Rodriguez. Pelo Z final deduzo que podia ser o porteiro do "albergue espanhol", mas não me recordo nada de o ter visto por lá...
Eu conheci dois Rodriguez. Eram irmãos e um era Emiliano (de certeza) e outro Manuel (sem certeza).
Mas não deve ser nenhum desses o teu Rodriguez.
Mesmo que não seja um Sr. recomendável e mesmo considerando a seriedade deste blog, conta-me lá a história, sff.
Bjo. (E Paris? para quando?)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds