Quinta-feira, 15 de Novembro de 2012

Conversa de dois pinocas

 

Numa das minhas últimas visitas ao Porto, descia eu, a penantes, a Rua de Santa Catarina e já quase a chegar à Praça da Batalha, fui abordado por um mânfio, que se me dirigiu assim:

- Eh pá, andas por aqui? Ainda trabalhas lá firma? Não me conheces?

Olhei-o como se olha para um eucalipto que de repente nos aparece na estrada, revirei os olhos para ver se me recordava daquelas fuças, a música não me era estranha, e ele atacou de novo.

- Sou o Manel, pá, o mangas da expedição.

Entrei no jogo.

- É pá tás mais gordo! Não te reconhecia. Andas no comércio de carne, agora? – E com o queixo apontei para os lados em que estava aquele pedaço de carne da perna, que vinha com ele. - Parece a Ivete, Sem Galo - rematei.

- Deixa-te disso pá, é a minha secretária, tem juízo ou andas com as noias todas cegas?

- Tá bem tá, para onde tu vais já eu de lá venho. Então vendes spides, rodinhas ou andas na sustrice?

- Ah! ah! continuas o mesmo gozão; mas ainda trabalhas lá ou não?- Insistiu.

- Achas-me com tabuleta disso? Ando por aí e por acolá a ver se descolo algum graveto. – E deitando de novo os holofotes, a tirar-lhe as medidas, para o pancadão que se tinha afastado a olhar para uma montra, perguntei:- aluga-se ou vende-se?

- Não insistas pá, não mandes mais bitaites ou queres que te parta a cramalheira? Aquilo tem dono.

- Pronto pá. Não se fala mais nisso.

- Olha, tenho ali na carrinha um material mesmo bom para ti. Coisa fina.

- Agora fazes entregas ao domicílio?

- Porra pá, não estejas a mangar comigo. Anda daí ver. Olha que até a marquesada me tem comprado daquilo aos molhos.

- Mas afinal que material é esse? Come-se, bebe-se ou cheira-se?

- Poça pró nevoeiro pá. É assunto sério: Anda ver.

Pelo caminho:

- Tenho ali um número, em preto, que te vai assentar que nem uma luva, preço da uva mijona, mesmo só para amigos.

- Poça pró tango pá! Eu a julgar que tinhas por aí alguma faneca para um refustedo, de papar ou falar ao microfone e vens-me com a porra dos chiantes…

- Cais chiantes cais merdas. Casaco de pele de 1ª ao preço do arroz de quinze, olha-me pra isto! Made in Marrocos, até tem pelo de camelo e tudo. Um luxo!

- Tás pirado, pá. Não tenho pastel para luxos desses, nem penses... – e fui saindo de fininho enquanto ele voltava a meter a mercadoria na carrinha.

Já de longe gritei-lhe: - É pá, lá na firma nunca houve gajo da expedição! – e dobrei a esquina apressado, não fosse o diabo tecê-las.

                                            ***

Quatro ou cinco meses antes, tinha sido abordado em Lisboa pelo mesmo mangas. Entrou exatamente com a mesma conversa, eu ainda admiti que fosse alguém que tivesse trabalhado comigo e eu não me lembrasse já dele, mas logo percebi o “golpe” e só lhe disse que ele estava a confundir-me com outro e segui em frente. Estava ele encostado ao carro junto ao passeio em que eu passava e dentro do carro uma zobaida vistosa, rodilhona certamente como ele, mas não sei se era a mesma “secretária” que o “assessorava” no Porto.

Por isso, porque já o “conhecia”, entrei na conversa, quando me abordou esta 2ª vez.

Uma coisa é certa. Devo ter cara de Zé artolas…

 

Nota: uma parte do calão empregado no texto foi tirado do glossário do livro “Porto naçom de falares” de Alfredo Mendes, publicado pela Âncora Editora.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 18:52
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Labirinto de Emoções a 16 de Novembro de 2012 às 05:05
Balha-ne São Cricalho... já ri que me fartei!!!
O menino saiu-me cá um esquisitinho...então um casaquito de pele ao preço do arroz de 15...(se fosse ao de 30 era muito mais caro) ainda por cima made in Marrocos, quem sabe tinha um camelo de bonús!!
E........menino carapau...fanecas a cantarem ao microfone!!!!!! pois...pois...vai virar empresário discográfico?? (segundo dizem as más linguas anda por aí muita faneca louca à espera de um qualquer micro...que lhes dê um empurrãozito na carreira), mas adiante...
Cara de Zé Artolas não tem...mas ar de carapau safado tenho a certeza.....!!!!
Olhe.......beijocas e boas produções discográficas..:-))))))))


De Carapau a 18 de Novembro de 2012 às 22:50
Faneca é peixe tramado para fazer tudo. Tanto dança e canta ao natural como se agarra a qualquer micro que apanhe a jeito.
Quanto à eventual "safadeza" do carapau, não passa dum mito. Nem com molho à espanhola a apimentar-lhe a pele, ele se safa...
Bjo.


De Maria Araújo a 16 de Novembro de 2012 às 17:28
"Ivete, Sem Galo ", ahahahahahaha!
Grande post!
Mas quem te conhecer não diz que tens cara de Zé Artolas, não. Tens cara de Zé Malandro, isso sim.
Beijinho


De Carapau a 18 de Novembro de 2012 às 22:52
Outra Senhora a dizer que eu sou malandreco. Balha-me o S. Cricalho invocado pela 1ª comentadora!
Bjo.


De maria teresa a 20 de Novembro de 2012 às 11:26
Já tinha passado por aqui na 6ª feira, ri-me tanto na altura que não consegui comentar.
Não tenho o " Porto naçom de falares" o que é uma enorme chatice, gostava de te responder à letra!
Não te respondo à letra, respondo-te ao meu modo.

Tens-mi andadu a inganare mê malandru do catanu, pinsava qui eras um sinhore no final és um falsificadore.
Pra saberes tantu inredu já andasti no enganu, mas a partire deste mumentu não me enganas tu mais.

Adorei!
Abracinho meu!


De Carapau a 20 de Novembro de 2012 às 15:15
Aí vai aço!
O teu falari é mais da banda do Alentejo que da terra das tripas, mas eu entendi tudo. :)
É o 3º comentário a dizer que eu sou isto, aquilo, um
"malandru do camandru" no teu dizer.
Eu, um Sinhore, carago! Qualquer dia ainda me chamam o Ponas das Fontainhas, ou dizem que sou algum pássaro bisnau. Logo eu que nem Pipi-da-tabela sou. Ou que sou um ramadola! Pior ainda.
Deve ser uma campanha a soldo de qualquer "putência" estrangeira, para me desacreditarem. :)
Sabes o que te digo? "Não tenho mais que pôr ao lume"! :)
E agora não venhas para aqui pedir cheguinhas ou pessanga que não te perdoo. :)
Mas como és boa pessoa (deves ter sido influenciada pelas más companhias) e és uma marmota jeitosa, e de ti não se pode dizer que "só tens chassis e pintura", ainda levas "aquele beijo" a que ganhaste direito. :))
(Se não entendeste tudo, vai ao google translate)


De maria teresa a 20 de Novembro de 2012 às 15:34
Chiça! Fiquei com um olho negro, a barra era mesmo de aço puro, perdoo-te porque valeu umas massas valentes, na Feira da Ladra.
E pensando bem, porque às vezes penso mal, confesso: as "outras" pagaram-me uns tustes para te atacar, eu aceitei logo porque o tempo é de crise e uma "croazitas" sem pagarem imposto dá cá um jeitão do caraças!
Beijinhos e abraços


De Carapau a 21 de Novembro de 2012 às 18:26
Logo vi. Uma cabala organizada para denegrir cá o peixinho.
Um dia hão-de pagá-las! :)
Bjo (mas cuidado com o fisco que ele fruquenta os blogs...)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds