Sexta-feira, 5 de Outubro de 2012

As escutas da Tia Armandina

 

Quando aqui há tempos o assunto “escutas telefónicas” andava na boca do mundo, num dia em que fui convidado pela tia Armandina para almoçar lá em casa, a conversa também passou por esse tema. E começou assim:

- Então o que é que o Menino me diz das escutas telefónicas?

E sem esperar pela minha resposta (aliás eu sei que, quando a Tia faz a pergunta com uma certa entoação, não espera resposta), a Senhora continuou:

- Isto de escutar, seja um telefone, seja atrás duma porta, seja a conversa na mesa ao lado, no café, não é nada bom. Nem para quem escuta nem para quem é escutado; mas que é uma grande tentação, o Menino não tenha dúvidas…

- Não tenho não…

- Aqui há tempos achei o comportamento da Lú (a Lú é a neta da velha Lúcia que é empregada da tia já há uns 40 anos. A “miúda” foi praticamente criada lá em casa pela avó e pela Tia) um pouco estranho e, uma vez que ela se fechou no escritório a telefonar, fiquei intrigada e vi-me obrigada a fazer o que…enfim…o que tem de se fazer: pus-me a escutar atrás da porta. Não percebi com quem falava, nem o sentido da conversa, só percebi alguns pedaços de frases e algumas palavras desgarradas. Às tantas percebi ela a falar “na velha”, “na puta da velha” e num “apertão na velha”. Claro que estive para abrir a porta e pôr tudo em pratos limpos, mas aguentei-me e fiquei a aguardar por outras oportunidades.

Passados dois ou três dias a Lú veio ter comigo e contou-me o que lhe estava a acontecer. Que tinha um namorado, que já por diversas vezes tinha ido falar com ele ao quarto onde morava e “enfim a Dininha sabe…” (a Lú trata a Tia por Dininha).

- E eu que tenho a ver com isso? Já és maior e tens obrigação de saber o que fazes.

 Ela contou-me então que a dona da casa onde o namorado tem o quarto alugado, uma senhora já de idade, deu-lhe toda a liberdade de levar lá quem quisesse, mas agora ameaçou-a (à Lú) de ir contar esses encontros à avó. A Lú estava aflita, pois o Menino sabe a relação entre a Lú e a avó e o choque tremendo que seria para a Lúcia uma revelação destas sobre a neta. Percebi então a conversa telefónica que eu tinha escutado. E como o Menino vê, nem sempre a “velha” que nós ouvimos nas escutas é a “velha” que pensamos.

Ainda que no fundo seja de velhas que se trata…

 

publicado por Carapaucarapau às 14:09
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds