Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Salada de frutas

                                             

                          Esta “obra” é do autor do blog, mas copiada “a olho” do original “Josephine Baker”, de autor não identificado.

 

Pois é verdade! Fui apanhado de surpresa quando li que a CE tinha multado um cartel no setor das bananas a ser praticado pela Pacific Fruit e pela Chiquita.

Quem havia de dizer? A terna, doce e pacífica Pacific a fazer uma coisa destas e logo com a Chiquita. O mundo está virado do avesso!

É certo que eu não tenho intimidade com a Pacific, mas com a Chiquita sou praticamente de beijo cá beijo lá, dou-lhe mesmo umas dentadinhas quando a apanho a jeito. E afinal, anda-me ela agarrada à outra, a fazer sei lá o quê, sim que aquilo de fazer cartel não deve ser coisa boa…

E lembrar-me eu que quando ela ainda usava tranças e lacinhos, nós cantávamos:

                    “Chiquita bacana

                      Lá da Martinica,

                      Se veste com uma casca

                      De banan’anica!”

E olhem que a multa não foi lá aquela coisa! 8.919.000 de “érius” que a Pacific vai ter de pagar. Sim, porque a Chiquita foi uma finória e por isso não vai pagar nada. Foi dizer à CE que de facto tinha feito “aquilo” com a Pacific, contou tudinho a desavergonhada, e então beneficiou de “imunidade” e não vai ser multada. Esta Chiquita nunca me enganou, mesmo quando me enganou…

(A verdade da história, contou-ma ela num momento de maior intimidade, quando eu estava para a comer, é esta: ela e a Pacific sabiam que estavam a ser investigadas e que nada lhes podia valer porque as provas estavam “ali”.

Então a Chiquita, espertalhona como um alho, disse assim à Pacific: “olha querida, eu vou contar-lhes tudo, assim safo-me da multa, só tu és multada e depois pagamos a multa a meias, que tal achas?” “Acho que és uma finória do caraças, é isso mesmo que vamos fazer e ficamos amigas como sempre e eles ficam com um grande melão”.)

Mesmo assim eu ainda lhe disse: “ganda multa Chiquita”. E ela sorriu e respondeu: “olha querido (ela trata toda a gente de “querido”) tudo é relativo. Eu e a Pacific vendemos uns 525 milhões de “érius” por ano só em Portugal, Grécia e Itália. De maneira que estas coisas são assim mesmo, que lhes havemos de fazer?”

“Olha que três fregueses que as queridas logo arranjaram…” disse eu a sorrir, mas ela não percebeu, já estava “noutra”.

Também lhe perguntei se as bananas da Madeira estavam metidas na marosca, mas ela disse logo “com essas não queremos nada, aquilo foi chão que já deu uvas, dediquem-se aos ananases”.

Às tantas, e em vista de tanto cinismo, apeteceu-me mandar-lhe um pero aos queixos, mas lembrei-me que numa Chiquita não se bate nem com uma flor e limitei-me a insinuar:

“Quer dizer que, de agora em diante e sempre que te comer, vais ficar-me mais barata?”

“Nem sonhes. E depois quem é que paga a multa?”

“Assim sendo, só te vou comer uma vez por outra, às rodelas, na salada de frutas”.

“Faz o que quiseres, querido”. E foi à vida.

Eu fiquei a pensar que a minha ideia nem era má de todo. Com a fruta que aqui fui deixando pelo caminho (a saber: melão, uvas, pero, ananás e com o cacho de bananas da Josephine Baker) boa salada de frutas se faz. E para quem gostar pode-se juntar um dente de alho…

 

Comam bananas e sejam felizes!

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 14:43
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Teresa Santos a 13 de Outubro de 2011 às 20:15
Carapauzito,

E assim vamos vivendo, cada vez mais felizes.

Diz lá que não. Já temos um cartel, de bananas, claro, mas temos um cartel!

Abraço (até podes abrir as barbatanas!)


De Eva Gonçalves a 13 de Outubro de 2011 às 23:15
É por essas e outras... muitas outras, diga.se... que deixei de comer fruta. E também estou farta de olhar para os robots!! Gostei bastante do desenho da Josephine Baker, mesmo se copiado, rrsss Beijo


De Carapau a 14 de Outubro de 2011 às 00:45
Do desenho eu não diria "copiado", mas sim "recriado" (que diabo, se não for eu a puxar pelos galões, quem o fará? :) )
Quanto à fruta, a "sós" ou em salada, sou um bom consumidor, ainda que às vezes acabe por trincar um cartel.
Mas isso é o que há mais por esse mundo fora.
Bjo.


De Carapau a 14 de Outubro de 2011 às 00:39
Nós não temos. "Só" contribuimos para a boa saúde dele, do cartel. Agora que somos bananas...parece que sim. :)
Abraço.


De Carapau a 14 de Outubro de 2011 às 00:46
Este comentário, fora do seu lugar, diz respeito ao da Teresa.


De Teresa Santos a 14 de Outubro de 2011 às 13:24
Tinha percebido, Sr. Carapau...


De Maria Araújo a 13 de Outubro de 2011 às 23:04
Bananas somos nós, Portugueses. (até choro de me engasgar com a história das bananas que aqui contaste).
Sinceramente, e não duvides mesmo, não sei do que que se trata neste teu post.
Se foi uma notícia bombástica, não tive conhecimento.
É que para desilusões já basta o que ouço na rádio, onde as notícias são mais breves. A tv, nem quero saber.
Apetece-me sair deste país sem rumo.
Estou farta.
Mas gostei da canção da chiquita banana.
Belos tempos.
Beijinho, o que ainda vamos tendo para oeferecer.


De Carapau a 14 de Outubro de 2011 às 00:51
A notícia que deu origem ao post andou ontem e hoje nos meios de comunicação.
Os pormenores foram-me contados pela Chiquita, uma das muitas bananas que eu conheço (também conheço muitos bananas).
Isto de facto está transformado num grande bananal.
Bjo.


De maria teresa a 16 de Outubro de 2011 às 14:00
Mas qu´é lá isto
Estou de boca escancarada…
É uma coisa nunca vista
O Carapau e a macacada
Come a Chiquita à dentada
Que até já foi multada
E confessa-o à descarada!
Sonha com uma salada…
Numa conversa fiada.
Põe-me logo desconfiada,
Será que é uma charada
Pr´ o cartel não desconfiar de nada?
Vai alta esta parada…
Uma grande misturada
Numa grande salganhada
Com humor de misturada
Será que gosta de marmelada?
Beijocas


De Carapau a 16 de Outubro de 2011 às 20:01
Não abras a boca tanto,
que a mosca pode entrar
e eu não estar por perto
para ta poder enxotar.
Não te preocupes também
Com a Chiquita bacana.
Afinal ela não passa
Duma simples (e doce) banana.
Se eu a como deitado
Ou à mesa, bem sentado,
Isso pouco interessa.
O problema está no cartel
Que nos leva mais “papel”
Do que devia levar.
E não há nenhuma salgalhada
(que é coisa de que não gosto)
Mas uma bela salada,
De frutas, está bem de ver,
Onde não entraram marmelos.
Mas que eu gosto de vê-los,
Descascá-los, espremê-los,
E fazer a marmelada,
Não duvides. E depois
Comê-la à dentada.
:)
Bjo.




De maria teresa a 16 de Outubro de 2011 às 20:45
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!
As Chiquitas têm-te feito muito bem... estás mais "solto" Lol
Chuac, chuac, chuac.


De laura a 18 de Outubro de 2011 às 22:20
E eu que pensava
que banana era coisa boa
servia para comer
na comida ou na salada
mas agora constatei
que da forma que a vida vai
a banana só é boa
numa boa caldeirada
onde haja ingredientes
da madeira
com sabor a jardim
e assim ficamos cientes
que se as bananas daqui
se esgotarem
temos as do jardim
a sobrar, a sobrarem...

beijinhos ó carapau, mas foi o que saiu..e eu que pensava que era de bananas que estavas a falar, somos uns bananas sim...somos pois...
laura


De Carapau a 20 de Outubro de 2011 às 00:15
Caldeirada de bananas
com sabor a madeira
e ervas do jardim?
Não há outra maneira,
somos mesmo assim!

Bjo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds