Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

Livros e histórias (III)

 Nota prévia: Uns dias depois de publicado este post descobri umas fotos referentes a "San Michel".

                     Mesmo com atraso resolvi publicá-las no fim, porque acho que dão uma ideia da beleza da casa. 

 

 

                             

 

       

 O Livro de San Michele

 

Está entre os primeiros livros “sérios” que li na minha juventude. O livro foi-me emprestado, mas anos mais tarde comprei-o, reli-o e guardei-o. É um dos meus amores, exatamente por o ter lido enquanto jovem. Axel Munthe (1857-1949), o autor, foi um médico sueco que fez a sua vida profissional quase toda em Paris e Roma. O livro é uma mistura de autobiografia romanceada, de histórias reais, de vitórias e derrotas, de sonhos e de realidades. O autor sempre repudiou algumas das classificações com que a crítica se referia ao livro, mas aceitou uma designação que alguém lhe deu de “o livro da vida”. A dedicatória do livro também diz bastante duma outra faceta do autor. Reza assim: “A Sua Majestade a Rainha da Suécia, Protetora dos animais maltratados e Amiga de todos os cães”.

O grande “sonho” de Munthe foi construir uma casa na ilha de Capri, mais propriamente em Anacapri, que visitou ainda jovem e de quem logo se apaixonou. Digamos que uma parte da sua vida foi dirigida para tornar esse sonho realidade.

Mais modesto foi o meu sonho que, desde que li o livro a 1ª vez, logo pensei que um dia iria visitar “San Michele” (era o nome duma capela arruinada que havia em Anacapri, sobre cujas ruínas Axel Munthe construiu a sua casa sonhada. A casa herdou o nome da capela).

Alguns anos mais tarde, estando eu a passar uns dias em Roma, resolvi ir numa excursão de dois dias mais para sul, visitando as ruínas de Pompeia e Sorriento e Nápoles. Claro que o objetivo era, a partir daqui, dar um salto, de barco, até Capri. E assim foi. Chegado ao porto de Capri, subi até Anacapri, num autocarro que percorria uma estrada tão sinuosa que os carros tinham de seguir uma trajetória marcada na estreita via, para conseguirem fazer as curvas. De qualquer maneira, mais comodamente do que a 1ª visita que Munthe fez, em que teve de subir os 777 degraus que separavam Capri de Anacapri, lá no cimo do monte. Nesta minha viagem, claro que visitei todos os lugares que já “conhecia” da leitura do livro: a Gruta Azul, o Monte Solaro (?), que já tinha teleférico e claro está, o principal motivo da visita “San Michel”. Nesta altura, o escritor já tinha morrido há bastantes anos, “San Michel” já era a “Casa Museu Axel Munthe”. Mesmo nos últimos anos que morou na ilha já vivia noutra casa, de tal maneira “San Michele” tinha sido “assaltada” pelos turistas. Quando a visitei já havia muito turismo, mas nada parecido com o que acontece hoje, pelo que tenho lido e visto em certas reportagens.

A visita teve o ar de “revisita”a um local conhecido, pois eu tinha “seguido” aquela construção desde o princípio. Lá encontrei, além das colunatas, das estátuas, da Esfinge e outras coisas que sabia que estavam lá, todas as edições do “Livro de San Michele”, em não sei quantas línguas, entre as quais uma em português, igual à que eu possuo.

De volta a Nápoles, no barco, travei conversa com um simpático casal de guatemaltecos. Ele era ligado ao futebol e representava o seu país num organismo internacional do futebol.

Quando me falou em Guatemala eu sorri, por me lembrar duma outra história, que já não tem nada a ver com “San Michele”, mas tem a ver também com livros.

Fica para um próximo post.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.       

 

Fotos colocadas  uns dias depois da publicação do post: 

 

     

     1. A pérgula

                      

                       2- Medusa e coluna africana

    

      3- O quarto

 

       

      4-A Esfinge

 

publicado por Carapaucarapau às 13:54
link do post | comentar | favorito
22 comentários:
De maria teresa a 29 de Setembro de 2011 às 17:47
Nunca li esta obra e, depois de ler o que escreveste tenho pena...já visitei Capri mas não vi nada do que tão bem descreves.
Vou colmatar a falha, O Livro de San Michele ficou registado na minha agenda de aquisições.
Beijocas operculianas!


De Carapau a 30 de Setembro de 2011 às 18:40
O problema está em encontrares o livro. Aqui na net tirei a informação que está esgotado. Há também ofertas dele em 2ª mão. NO Google tens mais informações.
De qualquer maneira aqui fica esta dica: o livro é o 1º da colecção Dois Mundos da Editora Livros do Brasil.-"Cheira-me" que ias gostar de o ler.
Bjo.


De maria teresa a 30 de Setembro de 2011 às 20:19
Por acaso hoje, como fui a Benfica, fui à Fnac do Colombo e perguntei por ele...já o tiveram. Conheço um alfarrabista que talvez o tenha. Obrigada pela dica, desta colecção tenho vários, tenho-os há imenso tempo...
Também tenho a impressão que sim, que vou gostar!
Beijocas


De Maria Araújo a 29 de Setembro de 2011 às 22:31
Cada 5ª feira que cá venho ler-te, as surpresas são surpreendentes.
Quanto conhecimento!
Um dia destes falamos.
Beijinho


De Carapau a 30 de Setembro de 2011 às 18:43
Já por cá ando há algum tempo, mal fora se não soubesse umas coisitas. Agora nem queiraas saber o que eu não sei. :)
Quanto à conversa, não escolhas nenhuma data em que eu não esteja visivel.
Bjo.


De laura a 30 de Setembro de 2011 às 21:31
Bom, é um sonho ler e mais tarde visitar os lugares que são descritos nos livros, é algo de mágico...

E como não li o que devia fazer pois o post já voou, vou ver se consigo colar-me aqui...

Beijito da

laura


De laura a 30 de Setembro de 2011 às 21:32
E viva eu...desta vez apliquei-me... vá lá.

beijitos e resto de dia, felizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz.

laura


De Carapau a 30 de Setembro de 2011 às 23:46
Obrigado pela visita e como vê o acesso é simples.
Espero continuar a "vê-la" por cá. Também irei " lá".
Bjo.


De Rafeira a 30 de Setembro de 2011 às 21:42
Nunca li.....mas ficou o apetite.
Tenho uma história divina, real com um outro San Michel, mas o Mont Saint-Michel...


De Carapau a 30 de Setembro de 2011 às 23:51
O apetite pelo livro vai ser dificil de satisfazaer pois parece que está esgotado. Apetite por Capri é possivel de satisfazer, ainda que hoje aquilo abarrota de turistas por todos os lados.


De Anónimo a 30 de Setembro de 2011 às 21:50
Ser feliz é precisamente embelezar e retocar a vida de "memórias"! Ser feliz nao é ter uma VIDA perfeita,ser feliz é reconhecer todos os desafios do presente e do passado....da viagem,do sonho imaginário de alguém por quem se é fascinado!Ser feliz é tornar-se autor da sua propria historia...é entao uma conquista e nao uma obra do acaso! Deduzo entao que nunca se deve desistir do que nos marcou...porque a vida é um espetaculo imperdível e ...você é um ser humano especial! :))))) EU


De Carapau a 30 de Setembro de 2011 às 23:58
Depois duma tirada dessas o melhor mesmo é eu não dizer nada.
Mas não resisto a destacar as palavras finais: "você é um ser humano especial". Isto seguido duma gargalhada do tamanho daquela que lá está :))))) já me deixou mais à vontade. :)
Words, words, words, como diria o outro.
:)


De Antunes Ferreira a 2 de Outubro de 2011 às 22:56
Carapauamigo


Chego aqui – e vários blogues me levaram a isso, benditos sejam – e gosto; palavra que gosto. Se não gostasse ou me calava ou dizia que… não gostava. Sou um ancião, virgem (completei 70 aninhos no dia 20 de Setembro), marido, pai e avô, louco militante e escriba praticante.

Tenho a mania de escrever, graças ao corrector automático não dou muitos erros de hortugrafi-a (às vezes ele não dorme tal como Deus, mas passa pelas brasas) e dou-me ao luxo de ter dois blogues:
http://aminhatravessadoferreira.blogspot.com
http://politicaoupulhitica.blogspot.com

Para eles te convido, desde já agradecendo antecipadamente a tua visita, que, podes ter a certeza, muito me deixará feliz. Obrigado

E a principal «culpada» desta minha vinda é a Teresa das Crónicas...

Abç


De Carapau a 4 de Outubro de 2011 às 18:44
Pois essa Teresa é culpada de muitas coisas... :)
Mas neste caso está desculpada, sou até capaz de lhe mandar um ramo de flores :) (À senhora, não a ti, bem entendido). :)
Agradeço a visita, já lá fui meter o focinho de fugida, mas volto lá para dizer "de minha justiça".
1 abraço.


De Teresa Santos a 4 de Outubro de 2011 às 19:34
É curiosa a forma, a intensidade como o livro te marcou. Tanto que te fez correr atrás de um sonho: o sonho de conheceres, "pisares" aqueles espaços.
Não conheço o livro, gostaria de o ler, mas...? Mas a casa? QUERO ir lá!

E agora, como resolves este problema, Carapauzito?

Abraço grande.


De Teresa Santos a 4 de Outubro de 2011 às 19:36
Ainda volto!

O meu nome anda aí nas bocas do mundo? Ai é?

E as flores? Onde estão as flores?...

Ai, aí. Só promessas!


De Anónimo a 5 de Outubro de 2011 às 19:40
gostei desta aula de cultura geral,gostei das fotografias...e também gosto de si...:)


De Carapau a 6 de Outubro de 2011 às 19:27
Aulas? De cultura? Eu?
Deve haver engano.
:)


De iriseu a 6 de Outubro de 2011 às 09:04
Gostei muito de ler este seu post. Não li esse
livro mas fiquei com muita curiosidade.
Tudo o que seja a divulgação de livros é
muito importante.
Voltarei.
Saudações


De Carapau a 6 de Outubro de 2011 às 19:28
Obrigado pela visita.
Irei retribui-la.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds