Quinta-feira, 19 de Maio de 2011

As grandes questões

                                  

                        

 Seguiam os dois, vagarosamente, rua acima. Mochilas às costas e abraçados um ao outro, o vai e vem das pessoas e o movimento dos carros não lhes dizia nada. Pelo passeio, indiferentes a tudo, falavam sobre os grandes problemas do mundo. Tinham 7 ou 8 anos.

- Da Costa do Marfim, só me falta o 171.

- Da Costa do Marfim faltam-me ainda 5, mas da Itália já os tenho todos.

- Da Itália faltam-me três, mas o meu primo tem lá para me dar.

- A minha mãe também me disse que me comprava mais, mas só para a semana.

Tinha havido um terramoto algures, as pessoas preocupavam-se com troikas e baldrocas, outras preocupavam-se com o futuro, mas o futuro que se lia nos olhos deles só ia preocupado com a coleção dos cromos dos jogadores da bola.

De repente pararam a olhar para uma montra. No centro estava um aquário com 2 peixinhos coloridos que, com os focinhos colados ao vidro do aquário pareciam fitá-los. Eram quatro olhos de lá que fitavam os quatro olhos de cá, que por sua vez fitavam os de lá.

Fez-se um silêncio e a Terra deixou de girar por uns momentos.

É sabido que é no silêncio que se geram as grandes questões.

Foi então que um deles perguntou, com uma súbita curiosidade:

- Olha lá! Como respiram os peixes?

O outro, a quem o silêncio deve ter feito revelações, respondeu, rápido e certeiro:

- Então não vês? É o fresco do vidro.

- Ah!

E a Terra retomou o seu movimento.

 

 Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 12:26
link | comentar | favorito
8 comentários:
De Eva Gonçalves a 19 de Maio de 2011 às 19:38
É de facto no silêncio que na maioria das vezes, se geram grandes questões e são feitas grandes revelações ... mesmo que estas nem correspondam à verdade... :) Tenho tantas saudades de silêncio... e já agora, do tempo em que as minhas grandes questões, eram como decifrar um mapa de tesouro do meu irmão :)) Beijinho


De Carapau a 23 de Maio de 2011 às 10:18
Decifrar mapas de tesouros é apaixonante. No fim nunca sabemos se não deciframos correctamente o mapa ou se não havia mesmo tesouro.
Mas há pequenos tesouros.
Bjo.


De Anónimo a 19 de Maio de 2011 às 21:59
Esitá muito bonito o seu texto! Atrevo-me a "insinuar"que deixa transparecer uma doçura ingenuamente inocente! Deixa transparecer a limpidez e o brilho de olhos "sãos"! De facto,todas as nossas mágoas,limitaçoes,dificuldades,vitorias,derrotas, afectos vêm do tempo em que fomos crianças! Um abraço...ou ...palavras "abraçadas" são sempre um apelo ao mundo da inocência ainda que perdida no caminho que cada qual,trilha na vida! Gostei...e aproxime-se porque quero que sinta o meu beijo...EU


De Carapau a 23 de Maio de 2011 às 10:23
De "olhos sãos" não sei se se poderá falar. Tenho uma consulta de oftalmologia marcada... :)
Quanto à inocência perdida...nem sempre isso acontece. Quando muito esquecemo-nos dela de vez em quando. Tanto assim é que me encostei ao monitor para receber o beijo. :)
E retribuir, é claro.


De Maria Araújo a 20 de Maio de 2011 às 19:00
Belo texto, simples e ao mesmo tempo globalizante de pequenas e grandes questões.
A imagem do aquário, está deliciosa, mas mais delicosa está aimagem dos dois miúdos que observam o aquário.
E sabes que os animais são terapêuticos.
Segundo dizem, os peixes, no seu silêncio, no seu percurso, à volta do aquário, exercem nas pessoas uma serenidade que, como aqui e muito bem escreveste, pode dar origem a grandes questões/ideias.
Um áparte: tomara que muitos dos nossos governantes tivessem o bom senso de, por vezes, pararem um/no tempo,em frente ao aquário e deixarem-se "hipnotizar" por estes seres . Com certeza que as atitudes seriam mais ponderadas.
E muito mais este teu belo post, nos levaria a desenvolver grandes questões.
Beijinho


De Carapau a 23 de Maio de 2011 às 10:28
Começo por agradecer as palavras, a tua simpatia é que as dita, e fiquei a saber que os animais são terapêuticos. Fico a pensar em gatas, carapaus e outros. :)
Quanto aos governantes a olhar para um aquário...talvez a melhor ideia seria metê-los lá dentro e ficarmos nós do lado de fora a vê-los "respirar o fresco do vidro"...
Bjo.


De MagyMay a 21 de Maio de 2011 às 22:57
... uma chave para a felicidade, está aqui neste último diálogo...
... "Aceitar o outro"


P.S. - E quero mais contos, por favor.


De Carapau a 23 de Maio de 2011 às 10:31
Eu também quero (queria) mais contos.
Mas isto não é fole de ferreiro, é somente um Carapau que, uma vez por outra, lá "descobre" um tema com algum jeito.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. E vai (mais) um...

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds