Terça-feira, 18 de Janeiro de 2011

Interregno

                                                                                                                                                  

                                                                 (Um jaquinzinho com meses)

 

  

Este vai ser um post diferente.

Uma das comentadoras habituais deste blog, e que muito prezo, fez um desafio lá no sítio onde avia beijinhos embrulhados aos molhos (ver post "eu em 7x7"), para nos mostrarmos tal como somos (quero dizer, contar das nossas qualidades e defeitos, gostos e desgostos, isto e aquilo, numa palavra, pintarmos o sete) e lançou um repto para lhe seguirmos o exemplo. Eu não aceito o repto, só aceito reptos quando sei que vou vencer (…), mas resolvi mostrar-me nu e cru. Fujo de ser assado ou cozido desde sempre, pelo que, enquanto por cá andar vai ser mesmo assim: cru. (Assado só mesmo lá para o fim, se me respeitarem as últimas vontades).

No blog a que acima fiz referência e de que deixei o link (e devem ir visitá-lo antes de acabarem a leitura deste post) a autora deixou uma foto sua de quando era Princesinha (agora é uma respeitável Rainha enchapelada, bem apresentada e sempre pronta para visitar o seu reino e mesmo o reino dos outros.). Mas, lá onde parece expor-se, acaba por estar protegida pelo “manto diáfano da fantasia”, cor de rosa ao que diz, cobertura essa que ainda guarda religiosamente. Quer dizer: diz que se mostra, mas não mostra. Aqui, pelo contrário, mostro-me com “a crueza forte da verdade”, outro sim é dizer, com a pele à vista, ainda sem escamas é certo, mas pronta a recebê-las. E a pele é ainda a mesma, ainda que um pouco mais manchada e com uma ou outra cicatriz, que provam que o animal não passou a vida numa redoma (leia-se aquário).

Façam comparações. Vejam o ar sereno e despreocupado da Princesinha e a atitude de evidente interesse do jaquinzinho em se conhecer bem (só conhecendo-nos bem sabemos até onde podemos ir) e a preocupação com as coisas importantes da vida, a boca meio aberta de espanto por aquilo que o esperava, o olhar (meio estrábico é certo) de aguda observação, à espera de ver o prometido passarinho que havia de sair da máquina e que até hoje nunca viu. Não viu esse passarinho mas viu e conheceu pássaros, passarões e passarucos, aves de rapina e cucos. E também os mesmos animais, no feminino, que aqui não se fazem excepções.

Não ponho mais na carta. Durante uma semana ficarei exposto, passado esse tempo aparecerei tal como sou hoje e será essa foto que vai permanecer “ad aeternum” (se isto não é latim, é pelo menos muito parecido) no blog.

Desafio os visitantes que tenham blogs a fazer o mesmo (os que já fizeram estão dispensados e se não quiserem vir em pele, podem vir em pêlo).

 

Nota: Independentemente do que aqui disse e do ar que atribui à Princesinha, chamo a atenção para a evidente semelhança das fotos e da atitude dos dois “animaizinhos”. Já para não falar no décor. Foram essas semelhanças, aliás, que me deram a ideia para este post.

 

Passou uma semana e a troca já foi feita

publicado por Carapaucarapau às 17:36
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds