Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

O sonho

                                    

 

 

 

Ele tinha combinado com um familiar um encontro para tratarem duns assuntos. Reunir-se-iam na moradia que o familiar tem na aldeia donde os dois são naturais, mas onde não vivem no dia-a-dia. Ele chegou primeiro e como tinha a chave do portão, entrou. O outro só chegaria uns 40 minutos mais tarde, como ficou a saber pelo último telefonema.

Entrou no pátio e logo foi assaltado pela cadela Ladina que lhe fazia sempre grandes festas, na esperança de receber uma ou duas bolachas que ele sempre lhe levava. Foi o que uma vez mais aconteceu. Em seguida dirigiu-se para um recanto abrigado onde sabia haver umas espreguiçadeiras. Limpou as folhas de uma delas e deitou-se, estendido ao sol, a ler o jornal que levava.

Era um princípio de tarde de um dia de Inverno, mas com um sol magnífico.

Deu uma vista de olhos pelo jornal e começou a sentir-se confortável a gozar o calor do sol.

Isto e a digestão do almoço começaram a produzir os seus efeitos. Adormeceu e não tardou muito que estivesse a sonhar. Sonho esquisito e confuso.

Fernando Pessoa teria escrito: “Naquele princípio de tarde de Inverno teve um sonho como uma fotografia”. De facto o sonho estava relacionado com uma fotografia que tinha acabado de ver no jornal e que era, nada mais nada menos, a foto do grupo de concorrentes à fase final da Miss Universo. Todas alinhadas, em fato de banho e com os respectivos números à cintura. Só que o sonho não foi tão linear assim. Começou por sonhar que morrera e depois duma série de peripécias viu-se no “céu” rodeado de anjos. Só que os anjos não eram propriamente aqueles anjinhos de asas, assexuados, rechonchudos e loiros. E é nesta altura do sonho que entram as concorrentes a Miss Universo. Eram doze que literalmente o assaltaram, o apaparicaram, que bailavam à sua volta e começaram a acariciá-lo e a  beijá-lo. Estava verdadeiramente no céu. A certa altura, começou mesmo a sentir-se mais lambuzado do que beijado, tantas elas (os “anjos”) eram.

Foi neste momento, que acordou sobressaltado com o bater do portão da entrada.

Era o familiar que tinha acabado de chegar. Ainda meio atordoado só nessa altura reparou que a cadela Ladina continuava a lamber-lhe, insistentemente, a cara.

 

.

 

publicado por Carapaucarapau às 14:48
link | favorito
De Red Maria a 18 de Dezembro de 2010 às 22:31
Pois.

Cada um tem as lambidelas que merece.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. E vai (mais) um...

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds