Quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Entrevista esclarecedora

 

Estava eu a descansar os olhos, olhando para um cardume de petingas que por ali volteava, quando ouço umas gargalhadas de alguém que se aproximava. Passados uns momentos também passei a ouvir a conversa que provocava essas risadas. Deixei-me ficar quieto e reparei em duas loiras, equipadas a rigor, que se dirigiam para a entrada da minha caverna.

 Como suponho que já perceberam, eu não estava lá, estava aqui, senão não me era possível observar o cardume a que fiz referência logo na 1ª linha.

Uma das loiras trazia um microfone e a outra trazia uma máquina fotográfica ou de filmar, àquela distância não dava para ver bem. Parece que vinham a mascar umas pastilhas, mas já deve ser invenção minha, pois como poderia eu ter a certeza, se além de estarem de costas, ainda por cima eu só via as botijas do oxigénio, as barbatanas e parte das máscaras? E como, nestas circunstâncias podiam mascar pastilhas?

Espero que, entretanto, já tenham percebido: hoje estou numa mesmo de Carapau, aqui debaixo de água, a pensar na vida. Ou melhor estava a pensar, antes de ver aquela aparição das loiras. Elas entraram pela caverna dentro, com o à vontade das visitas habituais, quando a verdade é que só lá estiveram uma vez, faz tempo, quando tivemos “aquela conversa”.

Resolvi portanto dirigir-me para lá.

Quando entrei estavam elas a acariciar as algas (não confundir com acariciar as nalgas…) talvez a lembrarem-se de coisas, ou talvez só a apreciar a macieza das ditas. Preguei-lhes um susto, fiz-lhes sair muitas bolhinhas de ar com os gritinhos e foi aí que começou a conversa.

- Hello mister Carapau, tudo ok com usted? – E foi nessa altura que eu percebi que elas agora eram jornalistas do Finanxial Taimes. Tinham mudado de clube, ou seja, de jornal.

CC – Que as traz por cá de novo?

FT – A crise, mister Carapau.

CC – Vieram então de crise? - Perguntei eu a fazer-me engraçadinho.
FT – No, no, viemos de barco até ali e depois descemos até aqui.

CC – Claro. Para chegarem ao meu nível têm de descer e muito…

FT – Oh! No, no, Carapau ser muito do good, como se diz? Ah sim muito bão, very simpatic e…

CC – Deixa-te de histórias e diz ao que vens. Navalheiras?

FT – Oh! Navaleras ser muito good, nós termos gostado muita da outra vez...

CC – Também eu.

FT - …mas nós agora ser do Finanxial Taimes e só fazemos entrevistas sobre economia e finaças, perdão, finanças. Que nos diz desta crise?

CC – Olhem minhas queridas. Esta crise das “finaças” é uma crise do caraças.

FT – Oh! Oh! Carapau sempre a brincar…

CC – A brincar? Então se não é do caraças é do quê? Não querem que vos explique…

FT – Oh! Não, não. Acha então que…

CC – Claro que acho. E até podia dizer mais. Que esta crise é ainda…

FT – Por favor, Carapau, não diga mais nada.

CC – Passamos então às Navalheiras?

FT – Si, si, mas antes deixe-me agradecer esta entrevista esclarecedora e permita que agora a minha colega tire umas fotos…

CC – A mim?

FT – Oh! No, no, às Navaleras…

 

E foi assim que naquela tarde acabei a petiscar umas Navalheiras acompanhadas por umas loiras… (versão 1)

 

E foi assim que naquela tarde acabei a petiscar umas Navalheiras, acompanhado por umas loiras… (versão 2)

 

 

 

publicado por Carapaucarapau às 13:33
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Maria Araújo a 5 de Maio de 2010 às 22:29
Navalheiras, loiras, hummmmm, conbinam nuito bem.
A crise, deixa-a para mais tarde.
Afinal, se Portugal vai emprestar uns milhões à Grécia, é porque não estamos mal.
Força com as loiras...e as navalheiras.


Beijinho


De Carapau a 5 de Maio de 2010 às 23:10
"Emprestamos" (o que pedimos emprestado) na esperança que amanhã os outros façam o mesmo por nós.
"Loiras e navalheiras" ou a arte de meter a cabeça na areia...
Bjo.


De maria teresa a 6 de Maio de 2010 às 11:09
Carapau apenas meia verdade
Nada de loiras a transpirar “pureza”
Juntaste-te a uma “irmandade”
Que as bebe com toda a certeza!


Crise só na tua mente de peixe bem aprumado
Não vês como tudo é belo neste país bem governado?

Chiça, adormeci e sonhei, os versos ainda iam no início

Vou ali pedir uns cobres para pagar a água, antes que me a cortem…
Volto dentro de momentos...


De Carapau a 6 de Maio de 2010 às 18:14
Já não sei quem bebe mais,
Digo eu com muita mágoa.
Então esses animais
Querem cortar-te a água?


De Red Maria a 8 de Maio de 2010 às 21:48
E foi assim que naquela tarde o carapau petiscou umas Navalheiras e saboreou umas loiras enquanto botava escama para o Finanxial Taimes.( Versão 3)


De Carapau a 9 de Maio de 2010 às 14:40
Tal e qual, mas com um pormenor importante. A causa da crise (que também podia ser a crise da causa) ficou explicadinha tim tim por tim tim.
Nem de outra maneira se explicava a entrevista.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds