Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

A cartilha

 

Agora que o Carnaval está a bater à porta, resolvi escrever uma treta, que até parece partida de Carnaval mas não é. Está tudo documentado, podem ir ver.

Há dias a saltar de blog em blog e a deixar-me arrastar por certos links acabei a ler um artigo do Diário de Notícias de Outubro de 2008, em que se falava do “Guia ecossexual da Greenpeace”.

Para começo de conversa e para ficarmos bem esclarecidos, nunca fui à bola com a Greenpeace. Não estou nada convencido dos seus propósitos e acho que por detrás daquela ecologia toda, há outras coisas que querem vender, o “tal” negócio escondido. Dito doutra maneira: ou querem vender ou querem vender-se.

Já em tempos escrevi aqui um post quase sobre o mesmo tema, mas o que me interessa agora é “debruçar-me” sobre os artigos do tal Guia.

E embarcamos já numa “noite de amor” de acordo com as “regras”.

1º - Banho em conjunto com as luzes apagadas, para poupar (?) na água e na energia. Da minha parte acrescento que a água deve ser fria para o “poupanço” ser maior. E digo mais: tudo bem rapidinho “et pour cause”.

2º - Jantarinho (agora já à luz dos cotos das velas) de crepes de legumes e frutas. Nada de carnes vermelhas, pois as explorações de animais para abate são autênticas fábricas de CO2 que o lançam na atmosfera. Isto diz a cartilha. Eu cá por mim penso como é que a namorada vai passar sem a carne vermelha…

3º - Ela opta por uma lingerie de algodão. Mas mesmo assim o manual põe as suas reservas. (Vamos resolver já o assunto: nada de lingerie, vai ser tudo nu). A cama tem de ser de madeira e certificada, dizem os “greens”. Nesta altura já estou a ver os utentes, de cócoras, a ver se descobrem o selo da certificação. Aqui está uma boa altura para… (mas isto já sou eu a falar e não o manual).

4º- Descoberto, ou não, o selo, vamos lá proceder às lubrificações. Atenção! Nada de lubrificantes à base de derivados de petróleo. Tudo à base de água. (Aqui ponho eu outro problema: dizem que devemos poupar a água, que é um bem escasso e vamos usá-la para lubrificar? Lubrificar o quê? Perguntarão. Então não chega a lubrificação…? Já percebi que não estão a entender nada).

5º - Esta lubrificação é para o caso (admissível) de se usarem “acessórios eróticos” (Greenpeace dixit) que não podem ser, nem pensar, de policloreto de vinil. (Eu recomendava aqui a colher de pau ou o maço de bater os bifes, salvo seja porque, como já vimos, carne vermelha não). Portanto quem esteja a pensar em “espanta-espíritos” tem de pensar em qualquer coisa que a cartilha permita. De latex e pele são aceites (eu recomendaria mais de osso em vez de pele, mas nisto sou suspeito, porque não gramo estes “Verdes”). E mais umas tretas que para o caso pouco adiantam.

Enfim: do artigo salva-se uma declaração dum senhor João Martins, que aparece no fim metido a martelo e que diz: "O certo é que não estamos a destruir o planeta pelas práticas sexuais, se calhar é pela falta de sexo".

publicado por Carapaucarapau às 14:12
link | comentar | favorito
10 comentários:
De maria teresa a 8 de Fevereiro de 2010 às 19:49
Vou comentar mas fugindo à tentação de o fazer ponto por ponto, tenho muito medo que algum jurista ainda me "tope" e me convide para elaborar decretos-lei, despachos, adendas e afins ( ou (a)princípios)

A Greenpeace sabe pouco da poda, caso contrário diria:
Para uma noite de amor bem passada, meus queridos amantes começarem por um banho mas separadamente, caso contrário podem demorar mais tempo nas abluções do que o aconselhado com água fria que enrija e dá energia e à luz do dia. Comerem enquanto o sol não desce na linha do horizonte, sendo aconselhável ingerirem apenas uma maçã mas bem mastigada (não foi o que Eva deu ao Adão e o mundo frutificou?)
Deitar cedo, ainda com uma réstia de sol, no chão e de preferência nus. Agasalharem-se com o corpo fofo dos animais adoptados. Aproveitarem a fome para se saciarem, um do outro, ou um no outro. Lubrificações todas naturais, estimular com carícias a testerona e outras hormonas. Cheirarem-se bem para activarem as feromonas, também nos alimentamos pelo olfacto. Como o ser humano foi dotado de mãos, dedos, boca, língua, dentes, nariz, pés, e outros órgãos pendentes ou afundados, nada de acessórios.
Não respirarem aceleradamente para não consumirem muito oxigénio…
Aconselhamos a repetição de todos os gestos e actos até à exaustão, pois pode ser que produzam um novo ser que venha ajudar a nossa causa, mas disso já não nos responsabilizamos…


De Carapau a 8 de Fevereiro de 2010 às 22:14
Na minha terra diz-se: "quem fala assim não é gago". Eu acrescento, que além de não ser gago, sabe da poda (coisa que os "verdinhos" parece não saberem).
E mais não digo, não vão a testosterona, as feromonas, as hormonas e outras "onas" armarem um grande banzé e estragarem a festa.


De Rafeira a 9 de Fevereiro de 2010 às 13:05
Ai as ideias saltam-me descontroladas, o que me apetecia escrever se este blog não fosse de respeito, a polícia dos costumes anda a controlar-me, não quero conflitos ... como é politicamente correcto apoiar essa coisa que é o Greenpeace, vou dar folga aos dedos e calo-me


De Carapau a 9 de Fevereiro de 2010 às 22:55
"Blog de respeito", "polícia de costumes", "apoiar essa coisa" e "dar folga aos dedos"...afinal tem tudo a ver com tudo.


De mamemimomu a 17 de Fevereiro de 2010 às 22:58
Vê lá onde enfias os dedos Rafeira.......... pode nem ser ecologico ehehehehehe


De RED a 9 de Fevereiro de 2010 às 15:07
Esta noite de amor by the rules até tem a sua piada.
Com luzes apagadas evitamos um ou outro constrangimento ( que se lixe a poupança!), água fria já não me convence tanto mas para refrear certos ímpetos e prolongar a coisa, porque não?
Passo as carnes vermelhas.
A procura do selo de certificação nessa posição, para além de acrobática, põe o condimento retirado nos pontos anteriores, portanto adiante que o processo vai a caminho.
Lubrificação ou não eis a questão. Agora chegada ao ponto crucial da coisa, o que faz aqui o meu espanta-espíritos? Não lhe vejo utilização. Afinal falamos duma noite de amor by the rules ou de uma sessão espírita? Há coisas que jamais entenderei Mr. Carapau nem com selo ou sem ele.


De Carapau a 9 de Fevereiro de 2010 às 23:05
Os "Greens" é que admitem nas suas "regras" o uso de acessórios eróticos.
"Espanta espíritos" é um nome fabuloso que associei logo a este "jogo". Daí que o roubei, ainda que confessando o roubo.
Digamos que foi uma nota vibrante que resolvi meter na sinfonia.
:-)


De RED a 9 de Fevereiro de 2010 às 23:34
E muito bem roubado! Gostei.


De Maria Araújo a 11 de Fevereiro de 2010 às 13:57
1ª- Gosto de ver o que faço...com água quente ou fria. E, por acaso, sendo eu poupada, nesta altura até sabe bem passar o sabonete pelo corpo, "massajando" a pele, com a água a cair....
2º Jantarinho sem a a "vermelho" ,não me incomóda. Tenho cuidado com o "castrol".
3º-Nu? Por que não. Já a cama certificada, olha então vai-se para o chão. A não ser que queiram certificar o chão também...E a posição, qualquer uma serva...
4º Lubrificação? A saliva ajuda...
5º- Rolo da massa? A cenoura, o pepino, o tomate, não servem? São naturais e com a ajuda da saliva, a coisa compõe-se.

Mas , como sempre, mais um post 5****


Beijinho


De Carapau a 11 de Fevereiro de 2010 às 18:55
Se bem entendi, com esses ingredientes todos fazias uma rica salada...
Desde que "a coisa se componha" também não acho nada mal.
:-)
Bjo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. E vai (mais) um...

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds