Sábado, 12 de Dezembro de 2009

Conversa com o Peru

                          

                                                    O Peru (fotografado durante a conversa)

 

 

 

 

 - Olá amigo Peru!

- Glu, glu, Caraglu!

- Como?

- Desculpa Carapau, não tinha ligado o Glooglugler para a tradução simultânea.

- Julguei que te tivesses passado…

- Nada disso. Foi só um esquecimento. E tu como vais Carapau?

- Estou bem obrigado. Tu é que pareces estar com um ar muito emproado!

- Emperuado, queres tu dizer…

- Ou isso. Mas olha que não te fica nada bem, nesta época…

- Qual época?

- Natal à porta, tens de ter cuidado.

- Ah! O Natal! Claro é uma época muito má para a peruada. É cada razia…

- E isso não te preocupa?

- Não sei por quê. Ainda há dias lá pelos States, no Dia de Acção de Graças, foi um aviar neles, bastante superior à pandemia que vai alastrar por aqui.

- E tu ficas assim descontraído?

- Claro! Que queres que eu faça? Não é para isso que os perus são criados?

- E tu?

- Comigo é um pouco diferente. Ainda não é este ano que me depenam…

- Estás assim tão certo?

- Claro que sim. Ainda ontem ouvi os tipos lá no aviário a dizerem que eu ainda estou em plena forma. O encarregado disse mesmo: “Este sacana do Perualho (é o meu nome) está cada vez melhor. Avia aí a clientela toda e mais aviaria, se houvesse”.

- Clientela? Não entendo. Então tu também…

- Calma Carapau. Essa de “aviar a clientela” é uma maneira lá deles falarem. Queria o tipo dizer que ainda arrasto bem a asa e salto para o lombo das peruas, com classe.

- Com classe?

- Claro. O que tem de ser feito tem de ser bem feito e com classe.

- E são muitas as peruas?

- Umas largas dezenas. Tudo material escolhido a dedo. Poedeiras de primeira água…

- Por falares em água, diz-me uma coisa. Essa história de os perus se embebedarem com aguardente é verdade?

- Parece que sim. Acontece que os presumíveis bêbados desaparecem e não podem confirmar isso.

- Quer dizer: apanham cada perua…

- Isso de apanhar as peruas é só comigo. E há umas bem jeitosas.

- E então tu és o único a …como se diz? Ah! Sim, a “aviar a clientela”?

- Lá em casa sou o único. Por isso é que estou a salvo neste Natal. Um Natal virá…

- “Há-de vir um Natal e será o primeiro…”

- No meu caso será o último…

- Lá proa e prosápia tens tu! Fazes andar as peruas com a cabeça à roda, não?

- Em geral quem anda à roda, a arrastar a asa, sou eu.

- Como os galos?

- Não confundas, por favor. Galo é galo, peru é peru.

- Pois, com certeza. Foi só maneira de dizer… mas se os galos galam, o que fazem os perus?

- Os galos galam as galinhas, nós fazemos o mesmo às peruas.

- Galam também?

- Sei lá se galam se não galam. Sei que arrasto a asa, namoro-as, espero que se ponham em posição e depois faço o meu serviço.

- Serviço?

- É o que dizem lá no aviário. Que eu ainda faço bem o serviço.

- Bem…isso tu lá sabes. Também tens um monco que te deve ajudar um bocado…

- O monco não faz o peru…

- Mas ajuda…

- Isso é verdade. Em geral as peruas ficam logo receptivas quando eu apareço.

- Se tu o dizes … Espero ver-te por cá mais vezes.

- Não tenho muito tempo livre.

- Sabes uma coisa? Anda por aí um monte de pessoas que parecem mesmo uns perus.

- Isso sempre houve. Umas vezes mais, outras vezes menos. Vocês podiam era aproveitá-los para um churrasco agora no Natal.

- Peru de churrasco? Tem carne muito seca.

- Esses perus em geral até são rechonchudos, saia-lhes aquela gordura toda, olha que iam ficar um pitéu.

- E por onde se lhes metia o espeto?

- Olha, olha! Pelo sítio do costume. Qual o problema?

- Não sei não…

- Vai por mim…mas agora quem se vai embora sou eu que tenho umas peruas à minha espera.

- Só mais uma coisa Peru amigo. Li há dias que também és um responsável pela emissão de CO2. Tu e os teus, as vacas, os carneiros e o resto dessa maltósia. Que dizes a isto?

- Não sei nada disso, não conheço esse tal CO2, cheira-me a gás…

- É isso mesmo, um gás…

- Tenho digestões fáceis, engulo muita pedra, tenho pouca flatulência, não vejo onde esteja o problema, no que diz respeito aos perus. Ou talvez saiba, pensando melhor…

- Ai sim? Conta lá isso à gente!

- Creio que essa treta é só para justificar a razia que vamos sofrer brevemente. Mas já estamos habituados, mais acusações menos acusações, cá vamos grugrulejando à nossa maneira.

- Então bom grugrulejo amigo Peru e até outro Natal.

- Até lá, Carapau!

 

 

                                         

               O Peru (daqui a uns  tempos. E não digam agora que o calor em excesso não faz mal)

publicado por Carapaucarapau às 14:18
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De Maria Araújo a 13 de Dezembro de 2009 às 00:12
-" E por onde se lhes metia o espeto?"
Só me fazes rir, ó carapau.
Tens uma lábia! Mas uma lábia séria e de respeito.
Olha eu cá não vou comer perú no Natal, por isso diz ao teu amigo Caraglu, que por este cantinho andia não chegou a hora dele.
E, como ainda faz bem o serviço lá pelo perual, ainda tem pelo menos 10 anos para gozar com as peruas antes chegar ao estado "tostadinho" da photoshop perfeita que fizeste dele.
Beijinho carapau


De Carapau a 13 de Dezembro de 2009 às 00:44
Cá por mim também não é bicho que aprecie muito. Prefiro um capão ou mesmo (des)capão, bem tostado. Não disse isso ao Perualho para ele não ficar complexado.
E um Peru complexado, se calhar, já "não aviaria a freguesia" e era o fim dele.
Assim...
Bjo.


De maria teresa a 13 de Dezembro de 2009 às 00:26
Hilariante! Por mim o Perualho pode continuar a aviar a clientela que quem não o come sou eu!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Hilariante! Por mim o Perualho pode continuar a aviar a clientela que quem não o come sou eu! <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Abracinho</A>


De maria teresa a 13 de Dezembro de 2009 às 00:29
O Perualho tem muito lábia! Coitado! Não avia nada de nada, mesmo nadinha. Fala que se desunha, acima se vê a dar confiança a um possível predador...a esses eu não ligo nenhuma.
A Perua Emproada


De Carapau a 13 de Dezembro de 2009 às 00:50
Não é o que dizem lá pelo perual. Dizem que se porta muito bem e que "avia a freguesia" (sic).
Quanto a predadores...só se forem os de perus, que eu aliás nem aprecio muito.
Obrigado pelo comentário e bom Natal, mesmo sem Peru.
(E não diga essa da Perua Emproada muito alto, não vá o Perualho ouvir :-))


De Arroba a 14 de Dezembro de 2009 às 16:36
É caso para dizer ( escrevendo) : - Ah faneca!! perdão ....ah! carapau!!! Escreve que é uma delicia, assim até o perú dispensava a aguardente, ficava hipnotizado de imediato ( só de o ler, evidentemente). Se um perú tivesse a capacidade de expressão assim como um carapau, o Natal seria bem mais recheado de sorrisos. Deve existir algures pela blogosfera algo artisticamente intitulado : "Peruperú", tenho de ir pesquisar, mas duvido sériamente que tenha a qualidade do seu Carapau. ;))


De Carapau a 16 de Dezembro de 2009 às 12:51
Havendo blogs às @@, é bem capaz de também haver um Peru com a mania das grandezas e que apareça também twice.
Que isto de manias dá a muito boa gente.
A umas dá para peru(r)ar, a outras para sonhar com carapaus assados com molho à espanhola... ;-)


De Paula a 15 de Dezembro de 2009 às 20:19
Amigo Carapau,
Vir aqui é uma alegria:)
Beijocas


De Rafeira a 15 de Dezembro de 2009 às 21:36
Peru só depois de 3 dias em vinha d'alhos, para não saber de todo a peru, concordo com o Carapau, um capão tostadinho é uma delícia.


De Carapau a 16 de Dezembro de 2009 às 12:55
Eu direi mesmo mais: peru nem em vinha de alhos!


De Carapau a 16 de Dezembro de 2009 às 12:53
Pois então venha e divirta-se, que a vida são dois dias e aqui será sempre bem recebida.
Bjo.


De Maria Araújo a 16 de Dezembro de 2009 às 17:49
Olá, sacaninha. Ainda me gozas...com a minha vida de professora. Eu tão simpatica e justificar num post a falta de resposta aos comentários e tu , pimba. com as tuas "deixas" de carapau, lixaste-me, rrsrsrsrsrsrs.
Beijinho


De Carapau a 17 de Dezembro de 2009 às 12:49
Então eu "pimba, com as minhas deixas, lixo-te a vida de prof?" :-))

Boas férias, muitas prendas e Bom Natal!


De Calendas a 16 de Dezembro de 2009 às 21:27
Não percebo nada disto! O Carapau não devia andar a nadar no mar? Conhece toda a gente, é pior que a Lili Caneças com tanto conhecimento...

Já agora, morrer é o contrário de estar viva, não é?


De Carapau a 17 de Dezembro de 2009 às 12:39
Lá muito para trás a própria Lili já fez uma reportagem aqui para o Carapau.
Quem fala ou falou em morrer? Nem o Perualho espera morrer!
Boas Festas!


De Calendas a 17 de Dezembro de 2009 às 20:25
A Lili, querido, a Lili. Ela tem sempre dessa duvidazinhas existênciais.


De Carapau a 18 de Dezembro de 2009 às 00:57
Ah!
(às vezes levo o meu tempo a "chegar lá") :-)


De maria teresa a 17 de Dezembro de 2009 às 22:08
Lili? Qual Lili? Aquela? A tal? Anda por aí? Ouvi dizer que estava internada a fazer mais uma plástica...


De Carapau a 18 de Dezembro de 2009 às 00:55
Além dessa Lili de que julgo falarem (e como acima disse já "colaborou" num post deste blog - ver post 16), há também a LiliMarlene (sabe quem foi?). Mas esta 2ª não podia mesmo ter colaborado...
Uma coisa porém é certa: a quando da colaboração a Lili estava com a pele tão esticadinha que...(nem lhes conto). ;-)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds