Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Buracos

                         

 

 

 

Toda a gente já ouviu falar em buracos, muitos de nós já tratamos de esburacar qualquer coisa. Em geral começa-se de pequenino a fazer uma buraquinho na areia, e depois vai-se por aí fora o resto da vida a fazer buracos. A fazer uns, a alargar outros e mesmo a tapar outros.

Há buracos célebres: o buraco do ozono é um deles. E para ele, dizem os entendidos, todos nós contribuímos, na medida das nossas possibilidades.

O buraco do orçamento é outro que se alarga a olhos vistos. Mas a esse só  tem acesso quem se senta à mesa do dito orçamento. Nós só teremos que o tapar. É a nossa sina…

O buraco da minha prima, também é bastante conhecido, mas esse parece que está em vias de fechar e ainda bem porque lhe tem dado água pela barba (modo de falar é claro…)

Os buracos dos bancos, que são mais e maiores que os dos bancos dos jardins a que faltam peças.

Depois há aqueles buracos que todos conhecemos, mas que nem todos frequentamos (claro que há buracos mais frequentados uns que outros…é a lei da vida…) e também há aqueles buracos que, em princípio, todos temos por “particulares”. Mas desses não falo.

Agora há coisas que todos devemos ter em consideração. A 1ª delas é que devemos ter certos cuidados ao abrir um buraco. Marcar o buraco, sinalizar o buraco, proteger quem explora o buraco, esburacar com cuidado. Um buraco, feito (aberto) à bruta, pode trazer vários problemas. Desde logo pode causar hemorragias (por exemplo se cortar a canalização da água), ou provocar violentos choques, (se cortar algum cabo eléctrico), ou tornar-se perigoso e mal cheiroso (se cortar a canalização do gás ou algum cano de esgoto).

 Há ainda os felizardos que começaram por abrir um buraquinho para plantar uma arvorezita e de repente começa a brotar petróleo. Mas isso é como o euro milhões que só sai aos outros (e a poucos).

Portanto, aqui deixo um aviso: tratem da melhor maneira possível os vossos buracos, observando certos cuidados e sobretudo não usando um staff tão grande como aquele que rodeia o Zé da foto, pois isso traduz-se numa produtividade muito baixa, e quem muito se abaixa, já lá dizia o filósofo, mais o buraco mostra…

Se repararem bem no buraco da foto (se é que se pode chamar buraco àquela “obra”) e se contarem todos os “intervenientes”, chegarão à mesma conclusão que eu. Aquilo é para enterrar toda a equipa. Qual é ela é que eu não digo e fica à vossa imaginação descobrir. Agora que o de vermelho é o guarda-redes isso toda a gente percebe logo…

 

Neografismos

Hoje apresento uma coisa que pretende ser redondinha, como certos buracos.

  

                        C

              .                   I

           A                         R

          I                             C

       C                                 U

                                        N

           N                         F

                  Ê             E                       

                         R

                                  

 

publicado por Carapaucarapau às 19:22
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds