Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Sexagésimo nono

                    

                      (fotografia tirada  à média luz...)

É verdade. Este é o post nº 69 do CarapauCarapau.

Um “número bastante curioso”, no dizer dum anterior presidente desta casa.

Por isso, pela sua curiosidade, resolvi comemorar tal acontecimento, convidando diversos especialistas de quase todo o mundo para aqui virem dizer coisas sobre o tema.

Curioso, digo agora eu, porque é feito por dois símbolos “iguais” mas em posições invertidas, que encaixam perfeitamente um no outro e de tal maneira que, rodando o conjunto em qualquer sentido, o 69 se mantém. É aliás esta propriedade de tal conjunto que o torna único, interessante e cada vez com mais adeptos. E não deixa de ser curioso isto, quanto é certo que há hoje um mau relacionamento de quase toda a gente com tudo o que meta algarismos e números…

Há até aquela velha história do papagaio, do burro e do porco que eu não conto aqui porque isto é um “trabalho” sério...

Vamos lá então apreciar o que disseram os ilustres convidados sobre a maneira de resolver este “problema” do 69.

 

Alemão …………neunundsechzig

Árabe ……………تسع وستين

Búlgaro …………шестдесет и девет

Catalão…………..seixanta-nou

Checo……………devětašedesát

Chinês …………..69

Coreano………....60-9

Croata …….. …...šezdeset devet

Dinamarquês……tres-ni

Eslovaco………..devětašedesát

Esloveno ……….devetinšestedesetih

Espanhol ……….sessenta y nueve

Filipino ………...animnapu-siyam

Finlandês ………kuusikymmentä-yhdeksän

Francês ………...soixante-neuf

Grego ………….εξήντα εννέ

Hebraico ………. ששים ותשע

Hindu …………. उनहत्तर

Holandês………. negenenzestig

Indonésio……… enam puluh sembilan

Inglês …………..sixty-nine

Italiano…………sessantanove

Japonês ………. 六十九

Letão …………..sešdesmit deviņi

Lituano ………...šešiasdešimt devynių

Norueguês ……..sekstini

Polaco ………....sześćdziesiąt dziewięc

Português ……...sessenta e nove

Romeno ……… şaizeci şi nouă

Russo ………….шестьдесят девять

Sérvio ………....шездесет девет

Sueco ………….sextionio

Ucraniano ……..шістдесят дев'ять

Vietnamita……. sáu mươi chín

 

 

Impõem-se algumas considerações rápidas.

Assim, repare-se nas voltas e reviravoltas que a língua e os lábios tem de dar para conseguirem levar a bom termo a tarefa. Nalguns casos até haverá sons guturais…

Nota-se que nos portugueses, espanhóis (incluindo catalães), italianos e romenos, a língua dá praticamente as mesmas voltas para alcançar o mesmo objectivo.

Já os suecos e noruegueses não andam longe, só que a língua é muito mais rápida. Ainda aqueles vão a pouco mais do meio e já estes acabaram. Deve ser do frio…

Os chineses são um desastre. Um 6 e um 9 e já está. Creio que no original as coisas não são bem assim e deve haver verdadeiros especialistas na matéria (Qual matéria?). É verdade que eles usam mais o pincel, mas mesmo assim creio que é possível fazer alguma coisa mais do que aquela sensaboria dos dois algarismos. Uma cultura milenar não ia ficar por este simplismo.

Já os coreanos com a mania da matemática, e ainda por cima errada, não seduzem ninguém. Mas também aqui eu acho que escondem o jogo. Devem ter medo da espionagem industrial…

Alemães, checos, eslovacos, holandeses e eslovenos aviam tudo de seguida, sem respirar, mas levando o seu tempo no desempenho. Os últimos então, tem um fôlego notável.

Os croatas… parece que estão a pedir uma sobremesa.

Já os finlandeses e polacos são obrigados a respirar a meio senão não chegavam vivos ao fim. Mas respiram de maneira diferente: uns, já mesmo a faltar-lhes o ar, os outros mais controlados. Para quem goste de maratonas aqui estão dois bons destinos…

Letões e lituanos usam praticamente a mesma técnica, só que os segundos arrastam a coisa durante mais tempo.

Hindus e japoneses também escondem o jogo, ainda que os hindus o escondam dentro de mais caixinhas. Mas creio que no Japão, uma vez adquirida a confiança, a coisa não deve ser nada má (que coisa?), ou não fosse o país das gueixas.

Os indonésios resolvem o problema em três tempos, com um pulo pelo meio…

Os árabes são de muito requinte. A gente olha para aquilo e lembra-se logo das histórias das 1001 noites, uma tenda, o luar do deserto, haréns, esposas, odaliscas, eunucos… olha lá onde tu já vais…

Russos, sérvios, búlgaros e ucranianos são farinha do mesmo saco. Podem ser muito boas, mas olhando para elas (as palavras) a gente não se entusiasma. Mas se nos lembrarmos que há muitas semelhanças com o caviar (Jorge Amado dixit) já podemos mudar de opinião.

Curiosos os filipinos: aquilo começa com “anim”…ação mas logo a seguir transviam-se e creio que perdem o norte e não chegam ao fim. Acontece a quem não domina a língua…

Intrigantes os dinamarqueses. Ou não sabem o que estão a fazer (dizer) ou então são enigmáticos. Aquele “tres-ni” ou é de quem tem muita pressa ou então é uma charada cuja solução pode ser: “Três? Não!”

Gregos, hebraicos e vietnamitas fazem o que podem com línguas que certamente não os ajudarão muito, mas nestas coisas nunca se sabe, e muitas vezes elas saltam donde menos se espera.

Só por acaso ficaram os ingleses e os franceses para o fim. Mas a língua deles já não tem segredos para ninguém. Dos primeiros já hoje há muitas imitações melhores que o original e quanto aos segundos, cuja língua já fez sucesso, perderam muito do prestigio que tiveram e hoje já ninguém precisa da língua deles para fazer o que quer que seja.

Tentei também deixar aqui como se diz em língua de carapau. Mas o teclado não tem os caracteres que permitiriam isso. Nem mesmo em língua de bacalhau. Mas posso garantir que não anda longe do que aqui foi apresentado. Claro que as guelras e as escamas exigem mais cuidado no manuseamento da língua. Mas no fundo também alcançam o objectivo.

E depois nunca nos devemos esquecer do velho provérbio, que há muito nos ensina que, “quem tem boca vai a Roma”, ou seja, resolve todos os problemas que lhes sejam postos.

 Por falar em Roma, também estive para meter o latim ao barulho. Tratando-se no entanto hoje, de uma língua morta, achei que não vinha animar nada isto…

 

PS:

     O próximo post vai ser o 70 e é claro vai ressentir-se muito do facto de se seguir a este. A menos que eu convencesse o sapo a chamar-lhe 69A…

 

 

publicado por Carapaucarapau às 15:04
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Maria Araújo a 24 de Maio de 2009 às 23:15
ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
Que carapau inteligente!
Dando uma olhada aos 69s do várias nacionalidades que aqui descreveste, com requinte e perfeição, aqule que mais me seduziram, não tendo tu falado do Português, desempenho, note-se, foram o Finlandês .………kuusikymmentä-yhdeksän; Indonésio……… enam puluh sembilan
Vietnamita……. sáu mươi chín



Fazendo uma tradução à la portuguesa do norte, será,para o 1º. "de que sabor- cú de menta"
Dasssssssssss! Eles preferem o 69 de cu????
2º "eu não pulo sem o pilau". Como estes têm de saltar????
3º "sai de cima de moi": Se sai de cima, como fazer?

Para nós Portugueses: "sessenta e nove",. Nós até com os copos fazemos o quatro , quanto mais o "se se senta faz como nove"
(Bem isto não está lá muito bem, mas foi o que saiu).
Parabéns pelo teu 69. Está perfeito. Tens jeito para a coisa...
Fiquei



De Carapaucarapau a 25 de Maio de 2009 às 00:17
Essa do jeito prá coisa tá boa hehe...
bjo.


De Maria Araújo a 24 de Maio de 2009 às 23:18
Ah! Lembrei-me. Setenta: (se tentas avançar, estás f*****).
Beijo


De Paula a 26 de Maio de 2009 às 07:37
Ora aí está um número "engraçado":)
Gostei de ler, ou tentar, em algumas línguas como se diz...
Cá para mim estás a ter dificuldade e passar para o post 70:)
Beijocas e boa semana,
Paula


De Carapaucarapau a 26 de Maio de 2009 às 12:11
...mas um dia destes vou conseguir...:-)
Bjo.


De Maria Araújo a 26 de Maio de 2009 às 23:06
Se tentas passar para o setenta, estás feito!


De Paula a 27 de Maio de 2009 às 08:09
Olha, sabes que mais? Salta para o 71:)
Quanto ao aparar as escamas e dar outra cor, não sei não... aparar ainda vá que não vá, mas mudar de cor???
Há senhoras, ups, quase senhoras como eu que apreciam essa cor "cinzenta":) Ah, e eu também já tenho alguns...
Beijocas,
Paula


De Anónimo a 27 de Maio de 2009 às 12:53
Olá ! Na verdade tudo se desenvolve na volta da língua em muitos sentidos bravo para o carapau .Sabe dar a volta às línguas do mundo aiaiiiaia >força vá em frente a língua têm muIto trabalho ....BJS. Lucie


De Carapaucarapau a 27 de Maio de 2009 às 17:53
E então se for uma lingua das Arábias...não lhe digo nada... :-)
Bjo.


De Maria Araújo a 29 de Maio de 2009 às 13:27
Língua das Arábias?????!!!
Querias uma iodaliscas??????
Espera pelo (se)tenta....


De Maria Araújo a 29 de Maio de 2009 às 13:28
odaliscas (afinal eu é que fiquei tola com as Arábias), rsrsrsrrs


De Carapaucarapau a 29 de Maio de 2009 às 14:09
Aquela "lingua das arábias" tinha destino :-)
Mas além da lingua das odaliscas/odalascas também há lingua de bacalhau (com grão), lingua de vaca (estufada com cenouras) e as linguas de gato (que agora já se veem pouco)...
Como vês, linguas não faltam...


De Labirinto de Emoções a 11 de Novembro de 2012 às 12:54
Que conhecimento de causa acerca do 69...e o que eu aprendo por aqui... uma pobre mortal como eu, que só o sabia em português!
Eu, que sempre me disseram que era uma sortuda, porque tinha uma data de nascimento mágica ...vá lá eu saber porquê... (nasci a 6/9), talvez por isso goste tanto do numero, ou será por ter feito contabilidade toda a vida??
A insondavel subtileza dos numeros...sempre me fascinou...
Ai...eu...fico-me por aqui, senão ainda me estendo ao comprido (coisa que não seria mau de todo...)
Já agora fiquei curiosa...será que andou a percorrer meio mundo para saber como se pronuncia o referido...ou foi ao google tradutor?????
A propósito quando voltar a "desenhar" ponha lá um sorriso na cara dos bonecos...que a ocasião (na minha modesta opinião, merece um sorriso de orelha a orelha...)
Beijocas...:-))))))))))))))))


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds