Sábado, 18 de Abril de 2009

Enriquecimento ilícito

                                                 

 

(Este senhor é um tal Zé do Telhado e nem sei como veio aqui parar)

 

 

É verdade! O Zé Gorgulho anda à rasca por causa do agora tão discutido "enriquecimento ilícito".

Hoje, ainda o sol não tinha nascido já ele me campainhava à porta da caverna (maneira de dizer, que a caverna não tem porta) aflito como nunca o vi.

- Oh Carapau, tu já viste isto?

- Isto o quê? – perguntei ainda a esfregar os olhos.- Acende a lamparina para eu ver se vejo alguma coisa.

- Isto é isto…esta coisa de que agora andam a falar…do enriquecimento ilícito.

- E desde quando isso te preocupa?

- Desde que ouvi falar no assunto.

- Mas tu és rico, ou andas por aí a enriquecer sem a gente saber?

- Nada disso, sabes bem que sou ainda mais teso que um carapau.

- Isso é piada?

- Sabes que não, é só uma maneira de falar.

- Então desembucha lá essas preocupações.

- O caso é este: tu sabes muito bem que o meu negócio não dá para tirar o pé na lama…

- Há pior.

- Não comeces… sabes que trabalho que nem um cão…

- Nunca vi nenhum cão a trabalhar.

- Mau.

- Mau? Tu já viste?

- Maneira de dizer, pá. Agora já não se pode falar contigo?
- Tanto pode que estou aqui a dar-te corda. E olha que me acordaste. Explica lá tudo.

- Eu tento mas tu cortas-me o pio.

- Está bem. Pia lá então.

- Como sabes trabalho como um galego.

- Assim está melhor, mas tem de ser um galego dos outros tempos, que os de agora…

- Tenho o meu negociozito de vender uns copos de tinto e pouco mais.

- “Pouco mais”… também não precisas de exagerar… Tens aquele negócio dos “poses”…

- Pois. Mas dito assim até parece que é ilícito…

- E não é? Oh Gorgulho amigo, então tu vendes essa gaita às escondidas…

- Tu sabes bem a razão. Vendo meia dúzia de pacotes por mês para desinfectar as batatas e pouco mais, e para ser legal tinha de ter um técnico especializado e formado para os poder vender ao balcão.

- Com os copos de tinto podiam ser explosivos.

- Porra! Não se pode falar contigo…

- Fala à vontade. Afinal ainda não percebi as tuas preocupações.

- Estás cada vez mais burro.

- Isso é verdade. Só me falta zurrar.

- Com o tempo vais aprender…

- Então?

- Então estou lixado. Se esta coisa vai para a frente…

- Que coisa vai para a frente? Não é sempre a mesma coisa? Ou há alguma novidade?

- Esta coisa do enriquecimento ilícito…

- Ah!

- Já viste que se eu não souber explicar donde me vêm os tostões…

- Os cêntimos…

- Ou isso… vão-me sacar 60% do meu?

- Antes do teu que do meu.

- Põe-te a pau que talvez também vás enrolado na onda.

- Esquece, não te preocupes com isso. Deixa passar mais um tempito e vais ver a malta toda a “empobrecer licitamente”. Que horas são?

- Seis e meia.

- Chiça! Vai chatear outro e deixa-me dormir.

 

 

Agora que já estamos a meio da tarde, que já despertei completamente, que já passei os olhos pelos jornais e que já percebi qual é o problema do Zé Gorgulho, tenho de lhe dizer para não se incomodar que isto é a brotoeja que dá uns tempos antes das eleições. Depois passa. Até porque se não passasse, a malta “ilícita” passava a não pôr o cacau no banco (aqui para nós, como as coisas estão, ainda era mais seguro), ou a dividi-lo em tranches em nome de beltrano e sicrano e fulano e… e o melhor é deixarem-se de merdas e não atirarem com a poeira para os olhos dos carapaus, que isso sim, a poeira faz um mal do caraças.

Teria sido ilícita aquela história do…do…do…atchim, atchim, santinho, já me constipei, não, não é nada é só o efeito da poeira…

 Alergia pura.

 

Neografismos

Hoje temos um esticado e um capado.

 

e          s          t         i        c       a         d        o

capad

          º º

 

publicado por Carapaucarapau às 20:07
link | comentar | favorito
4 comentários:
De Maria Araújo a 18 de Abril de 2009 às 22:58
Olá.
Pois é, concordo contigo. Isto deve ser antes das eleições, depois tudo passa.
Mas é verdade. Tanto dinheiro por aí perdido nas mãos do Zé Povinho, mas aquele Zé que manda 2 funcionários a casa fazer uns pequenos arranjos, um vê e o outro faz, e a conta é paga pelo serviço dos dois....e sem factura, ok?


De Carapaucarapau a 19 de Abril de 2009 às 10:57
"Peanuts" diria eu a esse respeito.
Melhor diria se falasse em peixe miúdo. O graúdo nem entra na "rede". Também...só se fosse "pargo" e de "pargos" eles têm pouco...


De Maria Araújo a 19 de Abril de 2009 às 15:55
É verdade, de "pargos" têm pouco.
Nós é que somos "pargos" com toda esta cambada que anda por aí a explorar-nos.
Nisso o governo não mexe. A ferida degeneraria em "câncro".


De Tretoso_Mor a 21 de Abril de 2009 às 23:56
2xCarapau,

Meu caro amigo, porra mas é sempre a mesma TRETA!...

Faz-se muito barulho, levanta-se a poeira, dão-se uns espirros, mas o Gorgulho continua no meio do arroz!...

Ah!... mas tu estás no findo do mar!...
Dorme lá o resto da manhã, que quando acordares, nem notas que as águas estiveram agitadas, levantaram areia do fundo, mas não houve rebentação na praia.

Um gandabraço.



Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30
31


.posts recentes

. E vai (mais) um...

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds