Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

Entrevista (5)

 

A propósito de tudo e de nada, o jornal “Politic Now” (em linguagem de carapau “A nau da politica”) entrevistou o Carapau – o grande especialista de tudo e, sobretudo de nada.

Ao fim de uma demorada troca de correspondência para acertar os pormenores da entrevista, uma bela manhã “bateu à porta da caverna” (maneira de dizer de “Entrou por aqui adentro”) um bando de jornalistas de chapéu na cabeça com um papel a dizer “Press”, o que me chateou logo, para começar, porque não sou animal de pressas.

O bando  afinal era constituído por dois belos exemplares de loiras, mas faziam tanto barulho que pareciam memo um bando. Uma trazia um biquini e um microfone, a outra trazia só uma máquina fotográfica digital, loja dos trezentos. Ficava-lhe muito bem pendurada ao pescoço. E claro, vinham as duas com chapéus na cabeça (olha que admiração!), para poderem segurar os tais papelinhos (ou estavam à espera que eu me esquecesse desse pormenor?).

 

PN – Mister Carapau?

CC – Não há mistério nenhum, sou mesmo o Carapau.

PN – Oh!

CC – Ah!

PN – Como sabe a nossa entrevista vai incidir sobre alguns aspectos da política contemporânea…

CC – Não sabia.

PN – Mas nas conversações preliminares…

CC – Não me lembro de já ter havido preliminares…

PN – Como sabe esta entrevista foi objecto…

CC – Foi? Como foi se ainda nem começou?

PN – … de conversações preliminares.

CC – Tenho outra concepção do que são preliminares.

PN – Como?
CC – Não lhe vou explicar isso agora aqui. Aliás eu não explico, mas posso exemplificar.

PN – Como assim?

CC – Como tudo cru. Ali com a fotógrafa eu até podia…

PN – Já lá vamos, às fotografias. Primeiro a entrevista.

CC – Tudo ao mesmo tempo seria melhor. Tipo “à molhada”.

PN – Oh, no, no… Vamos então começar.

CC – Estou preparado.

PN – Como sabe faltam poucas horas para que o Ruivo O’Escama tome posse…

CC – É verdade, quem havia de dizer que o Ruivo ia fazer uma coisa dessas…

PN – Que comentário lhe merece este acontecimento?

CC – Para já, não há acontecimento nenhum.

PN – Não há?

CC – Não. Ainda não aconteceu. Diremos que posso falar sobre o pré-acontecimento.

PN – Oh! Muito rigoroso…

CC – Sem rigor e organização não chegamos lá.

PN – Lá aonde?

CC – Ao nosso objectivo.

PN – Temos objectivos?

CC – Eu tenho, desde o princípio.

PN – Ah! Oh! Eu também…Nós também.

CC – Nós?

PN – Eu e a fotógrafa.

CC – Ah!

PN – Oh!

CC – Então?

PN – Então, pergunto eu se me der licença, que comentário lhe merece o tal pré acontecimento?

CC – Muito importante sempre o pré aquecimento.

PN – Acontecimento Mister Carapau. Acontecimento e não aquecimento.

CC – Eu estou já falar no outro assunto da entrevista: o aquecimento global.

PN – Ah!

CC – Oh!

PN – A tomada de posse vai ser quente?

CC – Tomada de posse, que se preze, é sempre quente.

PN – Oh!

CC – Está a ver?

PN – Oh!

CC – A verdade é que o Ruivo desta vez saiu da casca.

PN – Se saiu!

CC – E que tal o acha assim saído?

PN – Sorry! Aqui quem faz perguntas sou eu.

CC – E quem tira fotografias é a sua colega.

PN – E quem responde é o Carapau.

CC – Ainda bem que correspondo.

PN – Responde.

CC – Respondo.

PN – E que implicações nos vai trazer esta tomada de posse, no futuro?

CC – Se tudo for bem feito nos preliminares, não irá acontecer nada de especial.

PN – Portanto acha que o mundo…

CC – O mundo está aí para ver.

PN – E o que vai ver?

CC – Eu?

PN – Não, não. O mundo.

CC – Ah! Esse vai ver o costume. E tudo por um canudo…

PN – A célebre teoria do canudo?

CC – Essa mesma.

PN – E agora outro assunto. Que me diz do orçamento?

CC – Nem me fale nisso. Com esta quantidade de navalheiras e loiras não há orçamento que resista.

PN – E agora?

CC – Já fiz outro.

PN – E depois?

CC – Quando acabar isto faço outro.

PN – E o Carapau é capaz de fazer assim tantos?

CC – Com tempo, e desde que não seja pressionado, faço.

PN – É um orçamentista nato?

CC – Isso da NATO é outra conversa. Creio que não está nos preliminares.

PN – Oh!

CC – Ah!

PN – Posso concluir que, quanto ao Ruivo, o Carapau está convencido que vai tudo correr pelo melhor?

CC – Cá estaremos para ver.

PN – Estaremos, quem?

CC – Eu, you, a fotógrafa…não estou a ver mais ninguém.

PN – Mas não vamos ficar aqui eternamente.

CC – Pois não. Nem convém.

PN – Portanto…resta-me agradecer…

CC – Já? E aquilo?

PN – Ah! Aquilo! Vamos lá à sessão fotográfica. Ficamos muito agradecidas pela maneira como nos recebeu e pelos esclarecimentos prestados nesta entrevista e …

CC – Vamos lá então, que a fotógrafa está danadinha para dar ao gatilho.

 

Nota:

        Quando saíram, já não nadavam muito a direito. Iam aos bordos, a fotógrafa já tinha perdido a máquina e a entrevistadora o microfone. Isto de misturar loirinhas com trabalho dá sempre nisto.

Tenho de ir fazer novo orçamento.

 

publicado por Carapaucarapau às 13:34
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Pó e teias de aranha

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

.arquivos

. Novembro 2018

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds