Quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

Mais quadras

Canta o cuco, canta o rouxinol,

Canto eu, mas muito desafinado.

Está um lindo dia de sol,

Que faço eu aqui sentado?

 

Quadras soltas, com pouco jeito

Feitas a escopro e a martelo.

Calculem agora o efeito:

Fico com um sorriso amarelo!

 

Ainda se eu fosse um Camões,

Um Régio, Pessanha, ou Pessoa…

Mas eu faço quadras com as “mões”

Enquanto o diabo se assoa…

 

Deve ele andar constipado

Agarrado ao lenço de papel.

E eu para aqui sentado,

A fazer quadras a granel.

 

“Tens jeito prá desgarrada”

Dizem alguns para me animar.

Eu rio da mentira descarada

E fico sentado, a pensar…

 

E por hoje cheguei ao fim.

Amanhã hei de fazer mais.

Peço ajuda à rosa e ao jasmim,

Ao cão, ao gato e outros que tais.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince-

Não há aldrabão como este,

Falso Lince da Malcata.

Nem uma palavra converteste!

É preciso ter muita lata!      

publicado por Carapaucarapau às 17:51
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Labirinto de Emoções a 11 de Setembro de 2014 às 18:35
Deixa-me já comentar
As quadras das tuas "mões"
Amanhã vou-me pirar
Que eu também não sou Camões

Uma semana a passear
Arejar e mudar de ares
Assim não tens que me aturar
Na volta leio teus "comentares"

Muito quadra este Carapau
Depois diz que é a granel
Eu faço algumas...já não é mau
E rasgo muito papel

E como a veia acabou
Nesta bela desgarrada
Doces beijos eu te dou
Que eu também sou descarada..:-)))

Beijos, Beijinhos e Beijocas em quantidade suficiente para toda a semana..:-)))


De Carapau a 16 de Setembro de 2014 às 19:34
Pelo que percebi vai haver mudança de ares, o que faz muito bem ao corpo e à alma. :)
Boas férias, bom descanso e boas farras (se for caso disto tudo).
E acabo com uma quadra.

Vai lixado o Setembro
Para quem vai de férias.
Como este não m'alembro.
Deixo aqui estas lérias.

Bjo.


De Maria Araújo a 16 de Setembro de 2014 às 16:25
Grande poeta é o povo
Alguém dizia
Mas não sei quem
Jeito sei eu que tens
De mentiras e verdades contar

E porque falaste em "mões"
Algo te vou contar
Para este poema escrever
Uma "mõe" estou a usar

Fui para a noite branca passear
Não bebi, não comi, não bailei
Entrei em casa a gemer
Maneta fiquei para te escrever.

Sem mentiras, sem peripécias
Não pedi ajuda a ninguém
Tens tu, ó Carapau!
Jeito para quadras escrever.

Por aqui fico, amigo
Sem talento para mais
Leva de mim um beijinho
Eu fico bem, nada mais.







De Carapau a 16 de Setembro de 2014 às 19:39
Pelo que me pareceu a "célebre" noite branca não foi das melhores, pelo menos por causa do tempo. Ou foi e estou enganado?
Mas uma noitada sem um copo e uma bucha também nem é branca nem preta. Só "coltura" e diversão não chega ( a meu ver).
A noite era para ser branca
Afinal quase foi preta.
Noite sem dar à anca ***
Acaba por ser uma treta. :)

*** "Dar à anca"= dançar
Bjo.


De Maria Araújo a 16 de Setembro de 2014 às 20:42
ahahahah!
Entendi esta de dar à anca.





De GL a 18 de Setembro de 2014 às 16:32
Poeta de tal gabarito,
só merece uma vénia,
admiração e respeito,
e, se possível, um apito.

Versejar assim a seco
é coisa de medíocres,
que venha de lá a música
para que se faça o concerto.
(ou conserto, fica ao critério do artista)

Li, reli, treli, estas quadras.
Serão de pé quebrado?
Serão de pé inteiro?
Apenas uma certeza: são levadas de mil esquadras.

Dizei-me, ó deuses do Olimpo,
Que castigo merece o poeta,
que se atreve a rimar Pessoa com assoa?
Rimai vós, deuses, rimai vós!

E assim, cansada de tanto desatino,
por aqui me vou
em busca de...
... maior tino.

Já fui!


De GL a 19 de Setembro de 2014 às 18:22
E...?
Os deuses nada dizem? Ou foi o poeta que se finou?
Salvo seja, pobrezinho :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds