Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Incongruências...

Decorreu no passado sábado a chamada “Hora do Planeta” (suponho ser esta a designação oficial) que em Portugal foi entre as 20,30 e as 21,30 horas, segundo vi/ouvi na televisão no dia seguinte.

A propósito disto deixei, nesse dia, um comentário no blog duma das minhas comentadoras especiais (a mais antiga e que tem uma certa quota parte de responsabilidade por este blog existir e ter-se mantido) pois ela fez um post sobre o tema.

O meu comentário era a marcar uma posição “contra”. E falei naquilo a que costumo chamar folclore barato e histórias para adormecer criancinhas, a propósito destes “acontecimentos”, que até são à escala mundial. Se calhar sou como aquela mãe que ao ver desfilar o batalhão em que marchava o seu filho, chamou a atenção para as pessoas repararem que o seu rebento era o único que marchava com o passo certo. Eu estarei certo e todos os outros errados …

E, sejam “Horas do Planeta”, “Dias sem carro”, “Anos sem Juízo”, e “Outros no Género”, sou contra.

Esta “Hora do Planeta” para ser ainda mais patética até veio acompanhada (pelo menos em Portugal, não sei se a palhaçada foi geral) por umas sessões de ioga à luz da vela. Eu até compreendo que há “acontecimentos” que são melhores às escuras, no máximo à luz da vela, que a escuridão até dá para “fazer umas coisas” que não se fariam à luz plena, etc, etc, se bem me faço entender.

Também sei (pressinto, tudo me leva a crer que) um dia o planeta fará um big bang para acabar em beleza, como dizem que começou. Sei ainda que todos contribuímos para acelerar isso. Mas “chamar a atenção para tudo isto” apagando umas tantas lâmpadas em uns tantos monumentos durante uns tantos minutos e pouco mais, acho uma bacoquice a toda a prova e mais uma maneira de distrair a atenção para assuntos bem mais graves. Folclore com trajes muito coloridos, mas bastante sujos e rotos. Sou contra. E daqui não saio, daqui ninguém me tira…

Escrevi este post só para dizer que sou contra? Não. Escrevi por causa da ironia disto tudo. Para ser verdadeiramente do contra eu deveria ter ligado todas as luzes da minha caverna, desde a do hall de entrada forrado a algas, até às mesinhas de cabeceira feitas de carapaças de búzios, durante essa hora.

E que fiz eu? O que faço todas as noites. Por volta das 20,30 horas, apago todas as luzes, fecho a porta e saio para dar a minha volta noturna, donde regresso em geral uns 40 minutos mais tarde.

Quero eu dizer com isto, que há coincidências do arco da velha e só me apercebi disso no dia seguinte, quando ouvi as notícias a mostrarem o que aconteceu por esse mundo fora.

E (quase) fiquei com uma raiva danada por não ter deixado ligada uma luzinha que fosse. Raios…

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 15:08
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Maria Araújo a 3 de Abril de 2014 às 16:51
Cá se fazem, cá se pagam, ahahahahah!
Ó Carapau, obrigada pela minha idoneidade cá e pela co-responsabilidade na "manutenção" da tua Olha, tu até tens razão , porque não é uma hora que vai tornar o mundo mais sustentável, mais puro,melhor, até porque, aqui no meu canto, é hábito poupar na energia , mas não ao ponto de os meus clientes do almoço, quando ficam aqui por casa a tratar do estudo que os há de levar a ser engenheiros, doutores, ou nada, o façam quase sempre às escuras.
Depois, venho eu e ligo os interruptores e solto uns raspanetes "por que estás a estudar às escuras, estragas a vista, porque eu gosto de poupar energia mas quando é preciso gasta-se, e tal...).
Mas, tens razão.
Mas , cá se fazem cá se pagam.
Mas, também dás voltas nocturnas?"



De Maria Araújo a 3 de Abril de 2014 às 16:53
nota:

* manutenção da tua caverna
(continuo a comentar directamente aqui, mal se vêem as letras).


De Carapau a 5 de Abril de 2014 às 18:01
Eu sou um "voltista" militante. Dou voltas noturnas, diurnas a "tardunas". Em geral têm finalidade higiénica, mas também as aproveito para ver como "andam as coisas".
Eu também faço por ser poupado a gastar energia eléctica e por dois motivos: o 1º para não alargar tanto os cordões à bolsa; o 2º para não alargar os rendimentos da EDP, que já são suficientes.
Quanto à hora do planeta, está tudo dito.
Bjo.


De Maria Teresa a 3 de Abril de 2014 às 20:25
Estou espantada! Devo viver num mundo paralelo! Não sabia absolutamente nada sobre o assunto em epígrafe! Se não tens escrito este poste e se me perguntassem algo sobre a Hora do Planeta pensava que era o tal acerto que se tem que fazer, por causa da não exactidão levada aos segundos, do calendário gregoriano.
Fiquei mais cultivada o que te agradeço do fundo do meu coração que continua a fazer tumtum, tumtum, tumtum,...independentemente dos dias que se vão criando para comemorar tolices.
Também fiquei a saber quem é o lobo solitário que todas as noites passa por... (não posso revelar).
Muito aprendi desta vez (o que não é um caso inédito)
Chuaaaaaaaaaaaaac!
Os otorrino precisam de clientes!


De Carapau a 5 de Abril de 2014 às 18:10
Andas com o relógio "desacertado" é o que é.
Não prestas atenção ao que se passa pelo mundo... Pelos vistos o mundo acaba no teu umbigo. :))
Eu, atento, soube num certo "Cantinho" dessa coisa da Hora do Planeta. No dia seguinte as televisões mostraram coisas do que acontecera na noite anterior, por esse planeta afora. O tal folclore.
Quanto ao "lobo solitário" não posso dizer por onde vagueia, senão lá se ia a calma "do aprazível lugar" :)
Ele nem uiva muito alto para não chamar a atenção. :)
Como não sei "chuacar" como tu (aquilo até parece uivo de lobo na serra coberta de neve...) aqui deixo o bjo do costume. :)


De GL a 4 de Abril de 2014 às 00:48
Sempre considerei, e daqui também não saio, que os dias disto, daquilo e do outro, não servem rigorosamente para nada (a não ser ajudar no negócio alguns comerciantes, o que já não é mau, exemplo \"dia da mãe\", etc.). Alguns, bem intencionados(?) contrapõem dizendo que a finalidade dos ditos é precisamente essa: lembrar os ditos.
Posto isto, vamos às luzes. Não, não são da ribalta!
Haverá coisa mais pertinente, útil, eficaz, etc., etc., do que apagar umas lâmpadazitas a uma determinada hora? O efeito, o impacto, a beleza do momento não representam uma mais valia a bem do planeta?
Mais valia, isso sim, haver um pouco mais de bom senso.
Haja paciência!
Não se arranjará um diazito qualquer que lembre estes iluminados? É que era de toda a justiça.
Olha, Carapauzito, um facto se aproveita desta conversa: fiquei a saber que fazes um passeiozito após o jantar, o que só te faz bem.
Abraço com muita, muita paciência.:)


De Carapau a 5 de Abril de 2014 às 18:24
A falta generalizada de senso comum (se fosse bom senso então era óptimo) é o que leva as pessoas a aceitar as coisas sem interesse, como se fosse "a salvação do mundo".
Quanto ao dia dos "iluminados"...todo o dia o é. Já viste algum iluminado às escuras de dia?
E de noite também os não vês, porque estão no regime de poupança de energia. :)
O que ainda pode ajudar a salvar o planeta é a tua muita paciência... :)
Paciência! Não se pode ter tudo.
Abraço.


De Labirinto de Emoções a 4 de Abril de 2014 às 22:26
Estou plenamente de acordo contigo, não há pachorra para estes "dias" sem carros, sem luz...(sem luz mesmo, só quando a EDP prega partidas e eu fico às escuras...lool.... já bem basta quando eu for "lá para baixo"...que espero falte muitoooooooooo tempo...:-)))
Já se for a luz da vela...um jantarzito até acho otimo bem como outras coisas engraçadas que se fazem à luz das tais...:-))
Agora ires à tua voltinha noturna e nem deixares uma luz de presença...nem parece teu, tu mesmo contra, lá fizeste "a hora do planeta"...:-P
Um beijinho...à luz da vela para ser bem romântico...:-)))))))


De Carapau a 5 de Abril de 2014 às 18:33
"Lá para baixo" suponho que será para o Algarve. :)
Atenção, porque por lá também falta a luz muitas vezes. Falta de energia dos indígenas, certamente. :)
Falemos agora dos jantarinhos à luz da vela...
Românticos? Perigosos podem ser. Ora atenta nisto. Supomos que vamos comer um peixe, daqueles saborosos mas que têm muitas espinhas. À luz da vela é perigo iminente. As próprias navalheiraas que não são peixes mas falam com eles, também podem ser um perigo.
Pelo sim pelo não, nas futuras "Horas do Planeta" o melhor é não comer nada. É mais seguro.
Bjo. (com as luzes todas acesas) :)


De Lilly a 4 de Abril de 2014 às 23:02
Carapauzinho

Obrigada por me teres informado de tal acontecimento... nem dei por ele lol
Mas em outros anos, tive conhecimento da "coisa" e nunca segui a ideia. Não porque sou contra ou a favor, não me provoca nenhuma reação por aí além... Cada um fará o que lhe aprouver... Apesar da ideia de ficar à luz das velas me agrade bastante (sou fan de velinhas e tenho muitas espalhadas pela casa, com cheirinhos muito agradáveis)... assim como algumas coisas que se podem fazer em qualquer luz (ou mesmo às escuras lol ), mas que nesta luz se tornam muiiiiiito mais românticas ;)
E no teu passeiozinho não deste conta da "escuridão"?? lol Se calhar há mais como tu... contra a ideia ;)
Por acaso, costumo sair de casa e deixar uma luz acesa, para enganar a ladroagem, fingindo que está gente em casa lol
Enfim... espero que, pelo menos, este blog tenha iluminado as mentes de quem o lê...
Eu, pela minha parte, sou toda Luz, mas isso deve ser porque sou do Benfica lol
Fica bem Carapauzinho do contra

Beijjoooosssss à luz das velas


De Carapau a 5 de Abril de 2014 às 18:48
O teu comentário deu-me uma ideia luminosa!
Que bom que seria que o Benfica perdesse outra vez o campeonato! Apagavam logo as luzes da Luz e isso sim era uma poupança.... :)
Vou torcer para que isso aconteça, mas acho que desta vez acordei um bocado tarde.
Quanto às velas, velinhas e Cª fazes-me lembrar aquela do "Ilumina-se a petróleo desde que o gás acabou//Pinta as pinturas com óleo de amêndoas doces//e mesquinhas//pasmam de fronte as vizinhas...."
Outra coisa que aconteceu é que, morando eu num sítio muito dado a essas coisas das "Horas do Planeta & Outras", nessa noite e durante o meu passeio estava tudo bem iluminado. Querem ver que não sou só eu o do contra... :)
Bjos "iluminados" e/ou luminosos. :)


De Mariazita a 9 de Abril de 2014 às 16:51
Peço desculpa por esta intempestiva e não anunciada entrada em cena, mas a responsável por tal acto é essa menina aí acima, que se meteu num Labirinto do qual parece não conseguir sair… a não ser para visitar alguns amigos.
Responsabilidades aparte… gostei deste blog.
Há humor a rodos, uma coisa que dia a dia mais escasseia, e tão necessário é para uma “mente sã” em “corpo são”.
É das poucas coisas qua ainda restam neste malogrado país – mas resta apenas porque nós, contribuintes, somos todos uns grandes cómicos.
Essa tal “Hora do Planeta” pertence ao rol dos tais motivos para fazer humor.
Sim, porque pôr o Planeta às escuras por uma hora durante as várias que existem num ano… só mesmo para rir.
Será que alguém acredita que isso pode ter alguma influência nalguma coisa???
Pobres ingénuos! (eu sei que eles mesmos não acreditam…trata-se apenas de uma manobra de diversão!). Quem não os conhecer que os compre…
Bom, acho que me excedi no palavreado, o que não é bonito, pelo menos quando se entra sem ser convidado.
Contando com o perdão incondicional, deixo
Beijinhos


De Carapau a 10 de Abril de 2014 às 23:17
Para alguém que se meteu por um Labirinto e veio aqui ter, que outra coisa psso fazer que não seja recebê-la escancarando a porta desta humilde caverna?
E dar-lhe as boas vindas mesmo que não se torne "visita daa casa", pois isto não é casa de grandes comodidades.
Claro que irei retribuir a visita e se ainda o não fiz foi por falta de tempo, uma coisa que em geral não me falta.
Portanto, entre, use e abuse, a casa é de todos.
Bjo tb para si.


De GL a 10 de Abril de 2014 às 11:00
Saberá, por acaso, V. Senhoria que dia é hoje?
É que vir aqui e o aquário ser um deserto de novidades é muito tristinho.
Agradecida.
Qual abraço, qual quê!


De Carapau a 10 de Abril de 2014 às 23:23
Como V. Senhoria terá ocasião de verificar, ainda não foi desta vez que passou a data. Afazeres múltiplos estiveram quase a impedir-me de respeitar a periocidade, mas com muito esforço, sacrificio e uma hora de folga, cá estou.
Agradeço no entanto o facto de me vir lembrar, pois os reurónios já não são o que foram e um dia será o primeiro dia...
Abraço, mesmo que V. Senhoria se esquive. :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds