Quinta-feira, 25 de Setembro de 2014

"Histórias..."

Confrontado com o facto de hoje ser 5ªfeira, dia em que normalmente publico um post, e sem ter nenhuma ideia sobre que escrevinhar qualquer coisa, recorri ao meu arquivo. Tenho meia dúzia de coisas escritas que já não publicarei por ter sido ultrapassado o seu “prazo de validade”, outras que resolvi não publicar nunca e umas tantas sugestões a aproveitar. Destas últimas já aproveitei “as melhores” e não me sinto minimamente inclinado a aproveitar algumas das outras. Conclusão: fiquei no mato sem cachorro, isto é, de mãos a abanar. Aproveitei essa ida ao arquivo para ler umas tantas coisas que lá guardo e de que já nem me lembrava de algumas. E li-as. Algumas li-as integralmente, outras na diagonal.

De que tratam essas “obras”?

Quando me pus esta pergunta cheguei à conclusão que tinha material para o post desta semana. Aqui vai.

Há relativamente pouco tempo (digamos nos últimos 8 ou 9 anos) escrevi com algumas pessoas umas “histórias” a quatro mãos. A escrita dessas “obras” obedeciam a algumas regras, sendo essencial que durante a sua escrita não falaríamos sobre elas, quer trocando impressões quer combinando sobre o desenrolar das mesmas. Cada autor escrevia um capítulo e enviava-o, por mail, ao outro que escrevia o capítulo seguinte

Assim nasceram e chegaram ao fim três obras, que não são hoje “best sellers” porque nunca foram publicadas em papel. Chegaram a estar “abertas ao público” num site da Internet, mas entretanto esse site sumiu e assim estão incontactáveis.

Mas isto aconteceu com os três casos que chegaram ao fim. Há mais quatro ou cinco que morreram algum tempo depois de terem nascido. Em todos os casos um dos autores foi dado como “desaparecido em combate”, isto é, nunca mais deu sinal de vida. Tenho assim umas tantas “obras” incompletas por falência e fuga de alguns “empreiteiros”.

Destas últimas, uma delas chegou a um estado bastante adiantado e ainda pensei em ser eu a acabá-la porque tinha umas “boas ideias” para ela. No entanto, considerando que a regra não seria cumprida (ser escrita por quatro mãos e não por duas) resolvi deixá-la tal como está, incompleta.

Convém dizer, que não foi por desavença entre os autores (a outra parte era sempre uma mulher) que as coisas “abortaram”, mas sim por fuga e desaparecimento. No fundo cumpriu-se uma coisa que é bastante conhecida: a um entusiasmo inicial, segue-se muitas vezes um desinteresse, sobretudo quando é preciso cumprir certas regras. E da falta de respeito pela outra parte nem é bom falar…

Por isso é de realçar os casos em que as obras chegaram ao fim. Podemos considerar que o facto de eu aqui ter contado estas “aventuras literárias” também é uma homenagem a quem cumpriu com o que tinha prometido.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.

Destas histórias não sabes tu nada, oh Lince, porque nem existias, na altura.

       

publicado por Carapaucarapau às 14:44
link do post | comentar | favorito (1)
|
6 comentários:
De Maria Araújo a 28 de Setembro de 2014 às 21:52
Ó Carapau, por que não propões às outras duas mãos, vezes três mulheres, seis mãos publicarem nos seus blogs, caso os tenham?
Tu publicas os textos delas, elas publicam os teus. Caracas, tu sozinho aguentares com três mulheres, é obra!
Beijinho .


De Carapau a 2 de Outubro de 2014 às 21:53
Problemas técnicos só agora me permitem responder
Do meu ponto de vista, não se enquadra no "espírito" do blog, tal publicação. Além disso das três co-autoras resistentes, só uma é ainda contactável.
Portanto ficamos pela minha "história".
Bjo.


De Maria Araújo a 2 de Outubro de 2014 às 22:39
Ó Carapau, pensando bem, seria interessante as seis mãos trabalharem em uníssono com as tuas duas mãozinhas, num outro blog.
Mas, se apenas uma das resistentes está contactável, olha que fique o dito pelo não dito, e bora caminhar com este teu cantinho de histórias de (en)cantar.
Beijinho


De Labirinto de Emoções a 29 de Setembro de 2014 às 21:06
Ora aqui estão histórias com história... escritas a 4 mãos, podem não ser "best sellers" mas certamente serão bem interessantes..:-)))

A Cantinho teu razão, que tal aceitares a sujestão e publicares essas histórias aqui?

Se já foram publicadas num site que desapareceu, certamente que as "desaparecidas em combate" não se iriam importar de as ver de novo publicadas...

Terias "panos para mangas" e durante muitas semanas não ficarias num mato sem cachorro...talvez te apareça um Lince, que agora já existe..:-)))

Fico sinceramente curiosa para ler essas preciosidades literárias..:-)) (não te estou a gozar oh Carapau, sou uma fã incondicional das tuas escrituras ...que não as sagradas)

Beijinhos Literários..:-))))))))



De Carapau a 2 de Outubro de 2014 às 21:57
No comentário anterior já expliquei a minha posição sobre o assunto.
Agora que tinha pano para mangas e para fatos completos durante muito tempo, lá isso tinha. Mas também era uma maneira de ficar sem ninguém a querer entrar no blog. :)
Enfim, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.
Bjo.


De GL a 3 de Outubro de 2014 às 01:00
Se bem que com um atraso imperdoável - coisas da vida! - aqui. fica a oferta de mais duas mãos. São poucas, mas é o que se pode arranjar. É que essa ideia até é engraçada!

Engraçado mesmo é verificar o esborrachamento do malvado sapo que passava a vida a fazer olhinhos.

Aguarda-se resposta na volta do correio.
Agradecida.:)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds