Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2014

Canetas...

- Não me apertes tanto.

- Como?

- Disse para não me apertares tanto.

- És muito sensível.

- Sou como sou. Frágil. Não notas?

- Nem notas nem moedas.

- Engraçadinho.

- Obrigado. Sabes uma coisa?

- Não sei nada.

- Pronto, já estás de trombas.

- Por acaso até estou de bico…

- Por falar em bico…

- Sim, diz.

- Tens um bico muito fino.

- Toda eu sou finuras.

- Gosto delas mais cheias.

- Cheia estou eu, ainda quase não me usaste.

- Uso pouco as canetas.

- Já reparei. Passas a vida a bater nessas coisas pretas.

- Chamam-se teclas.

- Não sabia.

- Aprende que eu não duro sempre.

- Nem eu. Aliás quanto mais me usares menos duro.

- Fico a saber… mas, dentro do teu estilo, és jeitosa.

- É tu és muito gentil. És sempre assim?

- És pequenina, meto-te em qualquer lugar.

- Cuidado! Vê lá como me tratas. Gosto de apanhar ar.

- E de praia, não?

- Não sei o que isso é.

- Sabes pouco, pelo que dizes…

- Nem preciso de saber muito. Tu sim, para me usares com critério.

- Critério? Ena! Palavra fina.

- Já sabes que escrevo sempre fino.

- És boa para uma coisa que eu cá sei.

- E eu não posso saber?

- Podes, mas não vais perceber.

- Sou assim tão burra?

- És caneta.

- Sim, isso sei; mas sou boa para quê?

- Para fazer sudokus, kakuros…

- Que palavrões são esses? Olha que eu sou uma caneta ainda quase…

- ...e palavras cruzadas também.

- Não percebo nada do que estás a dizer.

- Nem precisas. Eu guio-te.

- Vê lá no que me metes.

- Vai ter de meter o bico em quadradinhos bem pequenos.

- Olha que sofro de claustrofobia.

- Curas-te. É uma questão de habituação.

- Não sei não…

- Vais ver que não custa nada. Antes de ti muitas outras já o fizeram.

- Fizeram o quê?

- Escreveram em quadradinhos pequenos.

- Se outras já o fizeram eu também sou capaz.

- Assim é que é falar.

- Sabes? Simpatizo contigo.

- Ainda bem. Algum motivo especial ou foi amor à primeira vista?

- Não sei, nem sei o que é amor à primeira vista. Gosto de ti, acho que me tratas bem, trazes-me sempre perto do coração…

- Ah ah! Sorte a tua, sou dextro. Se fosse canhoto andavas do outro lado.

- …e ouço ele a bater tluca, tluca, tluca…

- És chinesa?

- Sei lá! Por que perguntas?

- Percebi aí um certo tique…

- Tique? O que é tique?

- Tique é…tique. Pronto não se fala mais nisso.

- Não me queres ensinar o que um tique?

- Vais aprender com o tempo.

- O tal kakuro é tique?

- Não, é feitio.

- O que é feitio?

- Mau. Fazes muitas perguntas.

- Pronto, calo-me.

- Isso, assim ficas melhor e mais jeitosa…acho que já to disse.

- Disseste sim, na tua 12ª fala.

- O quê? Como consegues saber isso?

- Ora, fui ali atrás e contei.

- Ah! Sabes contar?

- E escrever, hi,hi,hi…

- Bem, vou-me embora, anda daí…

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 10:34
link do post | comentar | favorito
|
23 comentários:
De Maria Teresa a 20 de Fevereiro de 2014 às 11:59
Carapau, Carapauzinho, tens cá uma cara de pau …publicaste a nossa conversa, nunca esperei que o fizesses, em revanche vou comunicar ao mundo o que também sou e tu não desvendaste.
Sei escrever claro que sei, ou não seria uma caneta de topo de gama, elegante, chique, discreta à luz do dia, mas muito sofisticada quando o sol se esconde para um local ao oriente, mais do que sofisticada, sou sensual, transmito sensualidade, sensualidade essa que tu aproveitas para motivação na escrita dos teus contos eróticos.
Também sei ler, sorrir, gargalhar, … nadar, nadar em todos os estilos com uma subtileza tal que me assemelho a uma sereia em conto de fadas…
Enfeitiço-te, vá…confessa! É esse meu feitiço que te ajuda a escrever com a criatividade com que o fazes. Se não fosse eu caneta, aquela que vive permanentemente junto ao teu coração … este diálogo nunca tinha vindo à luz do dia!
Como caneta que sou, obediente à vontade do amo, desenho um coraçãozinho na tua barbatana dorsal para que todos os peixinhos do teu aquário privado o e te admirem.


De Carapau a 22 de Fevereiro de 2014 às 14:31
Cara Caneta/Outra.
Grande confusão vai por aí. Confundiste-me com outro. Talvez com um chicharo, que é assim um carapau em grande, mas quase sempre quanto maior o peixe menor o sabor (e o saber).
Não sou de divulgar conversas "íntimas", a não ser com expressa autorização ou então a pedido. Foi o que aconteceu a esta conversa entre "a" Caneta e moi même.
Claro que com a tua divulgação pública que sabes nadar e "em todos os estilos", passo a encarar-te de outra maneira, pois um belo dia ainda te encontro por aqui, por estas profundidades. Ficarei a conhecer uma sereia, que foi animal que nunca vi. Irias fazer um sucesso aqui entre a "peixaria" se é que aguentavas as piadas das pescadas, garoupas, sardas &Cª. E não te vejo com capacidades "natatórias" para vires até aos 200 metros de profundidade. Faltava-te o ar em 2 minutos.
Mas enfim, alguma coisa acabou por resultar desta tua confusão. Sabes o que foi? O coração que desenhaste na minha barbatana, que tem feito um sucesso, não só entre a malta do meu "aquário", como tu dizes ( o meu aquário é o imenso Atlântico), mas também doutros "aquários". Agora mesmo tenho aqui uma excursão do Índico e já tive de chamar a polícia para pôr ordem na fila.
Para terminar: a Caneta (a minha, com que tive a conversa) já me perguntou "quem é essa intrometida que tqmbém quer fazer Sudokus contigo?". E eu ri-me.
Confusões à parte, até talvez por causa delas que te permitiram um "belo comentário", aqui te deixo um beijo, enquanto as "índias" me admiraam a barbatana... :))


De GL a 20 de Fevereiro de 2014 às 16:09
- Não vou.
- Desde quando tens vontade própria?
- Desde sempre.
- Ai é?
- Tens tomado o medicamento?
- Qual?
- O da memória, qual havia de ser?!
- O que queres dizer com isso?
- É que andas muito esquecido.
- Eu!
- Sim, tu! Lembras-te daquele texto sem nível em cima do qual vomitei (pensaste tu!) parte do meu almoço, no dia em que te lembraste de me servir choco com tinta?
- Sim, perfeitamente!
- Óptimo!
- Pois ficas a saber que tudo aquilo foi encenado.
- Estás a brincar!...
- Brincar? Protestar, isso sim!
- Mas porquê?
- Nasci pata escrever textos eruditos, escritos numa belissima letra gótica, não para fazer sudokus!
- Mas...


De Carapau a 22 de Fevereiro de 2014 às 14:50
Cara "GL" (deve ser caneta de "Grande Luxo).
A minha amiga, deixe que a trate assim, fez uma confusão do arco da velha (com todo o respeito que a Velha me merece) sobre mim.
Deve julgar que está a falar com alguma Pelikan ou coisa parecida, quando eu não passo duma caneta, que embora séria, não me dou com essa gente. A falar verdade nem sei onde nasci, nunca comi chocos com tinta (a minha tinta nem tinta é, mas sim uma massa suave e delicada confeccionada pelos melhores cozinheiros de "massas"), nunca vomitei e nunca pensei em escrever textos eruditos em letra gótica. Nem sei o que são textos, nem eruditos nem gótica. Sou uma ignorante (por enquanto) que me vou treinando em ssudokus e palavras cruzadas.
O seu comentário termina com um "mas..." que me deixa no entanto o caminho aberto para ainda um dia vir a ser alguém nas letras.
Pelo menos já ouvi o meu adorado dono, falar em que um dia destes "temos" de preencher uma letra. Estou ansiosa por saber o que vai ser.
Postos assim os pontos nos ii (repare como os meus pontos são finos e delicados) aqui lhe deixo um abraço, "sans rancune" (aprendi este francês no contentador em que fiz a viagem até cá).


De GL a 27 de Fevereiro de 2014 às 01:03
Solicita a minha bela MontBlanc (o que é que pensava que era?) que informe V. Exa. que quem põe os pontos nos is sou eu.
Já estamos (estais) com um atraso de 60 minutos na postagem de hoje.
Estamos entendidos? E não venha com desculpas que se acabou a tinta, o papel, o lápis, a...
Vou-me embora!
Que canseira!...


De Caneta a 27 de Fevereiro de 2014 às 13:42
Olha minha cara Monte Branco (assim mesmo para perderes as peneiras) fica sabendo que sou Caneta sem nome de família, sou assim tipo pão pão, queijo queijo e vou responder-te à letra.
A vida vai difícil para Canetas sem grana e portanto, para além de escrever de dia, também ainda faço uns biscates à noite, agarrada ao varão.
Se não sabes o que isso é então de nada de vale o francês do nome. Deitei-me tarde, portanto levantei-me tarde e tive logo de rabiscar umas coisas ainda a piscar os ohos de sono, mas já cumpri o meu calendário. "Comprometi-me" a publicar num dia certo da semana, mas não a horas certas. Entendes isso, cara MontBlanc?
Que sabes tu da vida das Canetas, assim mesmo, Canetas "tout court"?
Para a próxima em que eventualmente eu aqui apareça, mais respeitinho, sim?
E agora vai aprender um bocado de História...
:))


De GL a 27 de Fevereiro de 2014 às 15:43
Com essa da grana, ou melhor, falta dela, varões e quejandos, fiquei em estado de choque.
Pronto, não chores mais!
Ai, pobrezito!
Se vou à História? Nem pensar. Primeiro tenho que me refazer!
Um abracito ajuda? Então está bem. Dois, não vá algum perder-se pelo caminho. :)


De Maria Araújo a 20 de Fevereiro de 2014 às 18:53
O que mais gostei?
"Gosto de ti, acho que me tratas bem, trazes-me sempre perto do coração...tclua, cucla, tucla..."

E continuo a não conseguir ler o quie escreveo.

Tucla para aqui na janela e vê se aumentas isto.

Bj


De Carapau a 22 de Fevereiro de 2014 às 15:03
A verdade é mesmo essa. As Canetas de que gosto trago-as sempre ao pé do coração. O meu coração faz truca, truca, truca, assim bem certinho (a caneta chamou-lhe tluca, tluca, tluca) mas tu puseste-o com arritmias de coração que não funciona bem, pois coração que faz "tclua, cucla e tucla" não pressagia nada de bom :))
Suspeito no entanto que o problema está na tua vista (a precisar de lentes) e da letra pikinininha aqui da caixa de comentários.
Como já tive ocasião de dizer não consegui até hoje mudar o tamanho das letras. Fiz várias tentativas e até já consultei ilustres técnicos. Sem resultado. Enquanto o problema substitir, faço-te um alvitre. Escreve o comentário no Word e depois copia/cola aqui na janela do comentário. Faço isso algumas vezes. Dá um niquinho mais de trabalho, mas sai "obra asseada" :)))
Bjo.


De Maria Araújo a 24 de Fevereiro de 2014 às 22:45
Ok. Lido. Mas um dia destes, vou fazer uma experiência... penso que deve ter a ver com o template.
Beijinho.


De Labirinto de Emoções a 22 de Fevereiro de 2014 às 15:38
A profundidade do teu post (deve ter sido escrito pelo menos a 200m) é tal, bem como a magnitude (sem ser sísmica) dos comentários é tanta...que para dar cabal seguimento a tanto raciocínio, leva-me a entrar em "Retiro Espiritual" para ver se os Deuses me iluminam e não faço má figura.........Amen!
Para já ficas com um silencioso smile...:-))))))))) e alguns kisses..*******


De Carapau a 23 de Fevereiro de 2014 às 15:21
Para já respeito o silêncio (até pus um adesivo na boca e calcei umas pantufas fofas) e foi assim que recebi o smile de grandes barbas e guardei os kisses.
Que tudo corra bem, mas não esqueças de tomar as gotas. :)
Bjo silencioso.


De Bromélia a 24 de Fevereiro de 2014 às 14:59
Olha… posso dizer-te um segredo?
Podes…
Gosto da irreverência da mão que te conduz…
Gostas?
E sei de tudo o que ele quer fazer!
A sério! Como fazes isso?
Ora amiga, és muito distraída, se é agarrado a ti que ele faz as anotações…
Faz-te esperta… que ele tanto se agarra a ti como a outras!
Não sejas má língua!
Tu agora és fina, mas olha que ele prefere as mais grossas… quando acabares, troca-te outra vez!
Ora, ora ele contigo faz o mesmo!
Faz sim, as vezes corta-me aos bocadinhos, risca-me e deita-me fora, mas…
Mas!
Logo a seguir vai buscar outra, não passa sem mim…:-)
Assim fico triste..:-( !
Não fiques, senão ele manda-te tomar as gotas…ahaha e aproveita enquanto enquanto és tu que andas junto ao coração dele.
Tens razão, vou aproveitar enquanto ando quentinha e posso passear.
Então kissinhos caneta fina!
Xau oh folha de papel!


De Carapau a 26 de Fevereiro de 2014 às 13:55
Pronto! Agora até a folha de papel tem catarro! Já não bastavam as canetas (certamente os lápis, ainda que não me tenha apercebido de nenhum) e vem agora uma folha botar faladura. Eu falo com toda a gente, como é meu hábito, mas gosto de saber com quem falo. És folha de papel almaço, uma folha A4 de pelo menos 80 gr, folha de papel bíblia, uma uma folha de papel "de seda" dessas que cobrem chocolates nas caixas?
E que sabes tu sobre os meus "rasganços"! de folhas de papel? Vai falar lá com os lápis, que a minha caneta não gasta tinta com folhecas de papel. E não te metas com ela (a minha caneta) senão "rasgo-te" toda. :)
Disse...está dito.


De Bromélia a 26 de Fevereiro de 2014 às 21:17
AH!!! agora vens com ameaças??? olha eu toda a tremer..brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr...:-P
Não passas sem mim, nem que seja aos bocadinhos...(até os niquitos das cxs multibancos servem para as tuas "alembraduras"...)
E para te satisfazer a curiosidade sou multifacetada, tanto posso ser A4 como de seda... macia ao toque, elegantemente a tapar uma caixa de chocolates...e esta hem?
Aqui fica um suave beijo todo ele feito de seda..:-))


De Caneta, na despedida a 27 de Fevereiro de 2014 às 13:51
Multifacetada tu? Nem aguento tanto riso. Tens duas faces e vivó velho e vens com isso da multifacetada. E das duas faces, já que te dizes de seda, nem uma se aproveira para escrever a não ser "a lápis".
Como disse sou Caneta de bico fino, nem me atrevo a escrever em ti uma letra. Rasgava-te mesmo sem querer.
Portanto muda de poiso que este aqui já deu o que tinha a dar e eu vou entrar em retiro espiritual, sabe-se lá até quando...
Mas gostei de trocar esta meia dúzia de palavras contigo.
Adeus...até ao meu improvével regresso.
Bjo com o meu fino bico fino.


De Carapau a 25 de Fevereiro de 2014 às 13:55
EXPLICAÇÃO PARA QUEM ESTEJA INTERESSADO

CAIXA DE COMENTÁRIOS

Várias pessoas têm "reclamado" por causa do tamanho da letra na caixa de comentários. Concordo que é pequena e díficil de ver, mas não consigo alterá-la. Há no entanto uma maneira de remediar este problema. Basta seguir o seguinte roteiro.
Quando se clica em "Fazer comentário" abre-se a caixa de comentários. Por cima desta caixa há 2 hipóteses a saber.1-Não tem blog no Sapo, ou 2- Tem blog no sapo. (Aliás esta 2ª opção até já vem sempre escolhida).
Independentemente de quem faz o comentário, ter ou não ter blog no Sapo, deve escolher a 2ª opção (Tem blog no sapo).
Em seguida clica na caixa de comentários (nem precisa de escrever nada, basta clicar).
Abre-se uma nona página com uma nova Caixa de comentários. Faz aqui o seu comentário (o tamanho da letra já é aceitável) e em seguida clica , em baixo, em "publicar comentário". E é tudo.


De Maria Teresa a 25 de Fevereiro de 2014 às 21:27
Não vale a pena ler, para mim não tem problema ...mas há outro processo facílimo, escrever o comentário no word copiar e colar aqui no blogue!
Rápido e limpo!
Beijocas opérculares!


De Carapau a 26 de Fevereiro de 2014 às 14:03
O desprezo como me tratas ao dizer "não vale a pena ler, até me deu palpitações. :)
Ainda por cima para dizeres o que eu já tinha deixado escrito ali atrás na resposta à Cantinho.
Ficamos a saber que também és pitosga, sem necessidade nehuma (de ficarmos a saber, não de seres pitosta tipo Mr. Magoo).
Agora a sério: também me socorro dessa técnica às vezes. Mas reconheço agora que é mais cómodo o método que deixei explicado do que o de recorrer ao Word. Depois de "provares" a 1ª vez não vais querer outra coisa. Não faças como a miudagem que diz "não gosto" antes de provar. :))
Bjocas.


De Maria Teresa a 26 de Fevereiro de 2014 às 16:42
Queriducho (gosto desta palavra, penso nunca a ter dito, nem escrito) não te tratei nada com desprezo, não li o que escreveste à Cantinho, porque não calhou, escrevo bem diretamente aqui, só quando estou com tempo e quero mostrar os meus dotes de poetisa (que ataque de tosse eu tive e não é do catarro do tabaco , nem da vida desregrada que levo, foi para disfarçar o riso) é que escrevo no word.
Reposta a verdade dos factos, cada um faz como quer e como lhe der mais jeito e com isto me despeço enviando-te um abraço com muito jeitinho para não me picar nas tuas espinhas rsrsrsrs


De Carapau a 25 de Fevereiro de 2014 às 14:04
ADITAMENTO Á EXPLICAÇÃO ACIMA DADA

Saiu incompleta a explicação acima dada. Assim, depois do passo em que clica na 1ª caixa de comentários, tem de clicar em "publicar comentário" para assim passar para a página onde está a 2ª caixa.
E quando acabar de escrever o comentário nesta 2ª caixa e ANTES DE CLICAR EM PUBLICAR COMENTÁRIO, deve escolher agora a opção 1- Tem blog no Sapo ou 2- Não tem blog no Sapo, como sempre fez até agora. Depois sim clica em PUBLICAR.

E desta vez parece que fica tudo explicado.


De Maria Teresa a 26 de Fevereiro de 2014 às 16:45
Até tem aditamentos e tudo e em letra garrafais... safa! Ler tudo? Mas que preguiça se está apossando de mim...
Beijocas ( se visse mal escrevia feijocas)


De Caneta, já com as malas feitas a 27 de Fevereiro de 2014 às 13:58
Só para te deixar uma beijoca na despedida. Vou tomar posse de outro cargo importante, vai ser muito difícil voltar aqui, mas apesar de teu nariz empinado acho que és "boa piquena" e mereces uma "feijoca".
Adieu ma chérie, au revoir!
(Esta despedida devia ser para a MontBlanc, mas como me esqueci, fica aqui para ti, que também falas francês e "tocas piano").


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds