Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015

A dúvida

A dúvida, a eterna dúvida que me assalta de vez em quando.
Só na 2ªfeira soube que tinha um defensor na AR. Dei um salto de tal tamanho que saí fora de água, como dizem que fez o Arquimedes, mas esse sem barbatanas. Corri ao frigorífico onde tenho um espumante super reserva Murganheira, pronto para comemorar qualquer coisa digna de comemoração, agarrei a garrafa pelo gargalo e preparava-me para a abrir quando... me assaltou a tal dúvida.
Espera aí, falei para as minhas escamas. Quem me diz que ele é o que diz? Há qualquer coisa de errado logo à partida. Pois se ele se propõe defender os animais e a terra, como é que faz? Diz que não come carne nem peixe, só vegetais. Mas os vegetais não são filhos da terra? E propõe-se defender a terra comendo-lhe os filhos? Quer dizer, não vai querer que se pegue um toiro pelos cornos nem mesmo de cernelha, mas vai-se à alface, à lombarda, à cenoura e mesmo ao rabanete e chama-lhe um figo? (Sendo que o figo, mesmo não sendo um fruto, não deixa de ser um parente embora “afastado” -2 ou 3 metros que seja- da terra. E quem me diz a mim, que comendo ele os filhos da terra não coma também outros…?)
Tornei a abrir o frigorífico e meti de novo lá a garrafa.
Sentei-me a raciocinar. A mim, Carapau velho e com espinhas já ossificadas (cada espinha é uma lança apontada à garganta de quem me queira atacar) não me tentará comer, mesmo que eu esteja em repouso aqui no leito de algas. Á Catarina Martins (supondo que se ele vai sentar ao lado ou perto) também não me parece que tenha dentes para a comer, mas quem me diz a mim que se apanhar um jaquizinho, um cachuchinho, uma lulinha (esta nem projeto de espinhas tem) mais ou menos distraídos ele não os traga? (Do verbo tragar, não do verbo trazer, ainda que também os poderia trazer às boas…)
Sim, porque o homem vai ter de se alimentar, sem ser de algas e limos (que neste caso já poderia dizer que não são da terra, pelo menos em sentido restrito) e portanto dei o meu passo atrás e por aqui fico.
De qualquer maneira de olho alerta.

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.
Olha Lince amigo, gosto de ti, porque não enganas ninguém. Tudo quanto mexa, só não comes se não fores capaz e ao mesmo tempo, só comes o que anda em terra e nada que se mova só na água.

publicado por Carapaucarapau às 13:42
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Maria Araújo a 12 de Outubro de 2015 às 17:36

Deixa lá o homem em paz, que coma o que quiser, mas no teu lugar, abria a garrafa de Murganheira e festejava qualquer coisa.
Murganheira, ui!


De Carapau a 13 de Outubro de 2015 às 17:29
Porta-te bem com a tua gata, senão vais ver o que o homem te faz! :))
Bjo.


De Labirinto de Emoções a 13 de Outubro de 2015 às 21:13
Olha Carapau, bebe mas é o Murganheira, antes que o homem o faça e tu não gozas nada...
Olha que eles comem tudo, comem tudo e não deixam nada...(onde é que eu já ouvi isto???)
Quer dizer, comem e bebem, basta olhar a foto de um antigo ministro sempre agarrado ao copo..:-P
Bjs


De Carapau a 18 de Outubro de 2015 às 15:16
Fico a pensar "no" antigo ministro sempre agarrado ao copo... Só um?
Lembro-me de tantos...
Até eu já me tenho agarrado a um copo e nunca fui ministro, nem sequer duma qualquer congregação. :)
Bjo.


De GL a 17 de Outubro de 2015 às 01:45
Dúvida? Mas qual dúvida? Ignorância pura e dura, isso sim!

O homem, o tal defensor de carapaus (não, não são de corrida!) só se alimenta de leitinho - tanto quanto sei não é necessário mandar a vaquinha para os anjinhos dela para lho roubar - dizia eu que o dito, na sua enorme coerência, para além do alimento referido acima, come umas bolotas, mas só após se finarem, ou seja quando caírem de cabeça no chão e, aí a morte da pobrezinha é natural, come uns ovitos, isto se a galinha não se finar na altura do parto, come...
Olhe come aquilo que lhe apetecer, bichos com guelras incluídos.

Mas tenho que lhe ensinar tudo, porquê?
Isto é que é um fadário!

Ai, vou-me embora!:)


De Carapau a 18 de Outubro de 2015 às 15:20
E então não se pode também roubar um bifito à vaquinha, sem a matar? Uma pequena operação que até pode ser com anestesia local, depois um penso bem feito e fica como nova.
Porque eu desconfio dos que comem só as bolotas que caiem no chão (aonde deviam elas cair?)
Mas isto sou eu, que sou um desconfiado...
Abraço.


De GL a 28 de Outubro de 2015 às 11:40
Ora vamos lá saber: o que é que se passa por aqui.
Dois posts em falta, nem vestígios de carapaus, nem sardinhas, nem coisa nenhuma. Será que o carapau se afogou? Nós tempos que correm já nada espanta, ah, pois não!:)

Amanhã é quinta-feira. Já sabia? Então faça o favor de cumprir com as suas "obrigações", pode ser?!

Não me irrite, ouviu? Não se ouve nada aí, no aquário? Deixe-se de desculpas!:))

Abraço? Nem pensar!


De GL a 21 de Dezembro de 2015 às 16:39
Pronto, decididamente finou-se e sem hipótese de ressuscitamento.
Doeu muito? O quê? O anzol que mordiscou, ora essa!

Assim, esteja onde estiver - sei lá eu onde é o céu dos carapaus! - tenha um bom ano, de preferência sempre acompanhado do tal Murganheira.:)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds