Quinta-feira, 19 de Setembro de 2013

Isto de medidas...

…tem que se lhe diga. Aprendi nos meus tempos de menino e moço, que o metro era o comprimento medido entre dois traços marcados numa barra de platina iridiada que se conservava no Museu de Pesos e Medidas, que fica em Sévres, próximo de Paris. Era o metro que servia de padrão a todos os outros que havia pelo mundo fora.

Hoje (já há bastante tempo) o mesmo metro é qualquer coisa como

"o comprimento percorrido pela luz no vácuo, durante o intervalo de tempo correspondente a 1/299 792 458 segundo".

Coisa muito mais fácil de entender como se vê. Olha se no tempo em que cheguei a vender chita ao metro, eu tivesse de acender a lamparina e de cronómetro em punho eu marcasse 2 riscos no balcão, correspondentes ao comprimento percorrido pela luz durante aquele cagagésimo de segundo ali atrás indicado. A cliente abria a boca de espanto e ia-se embora sem a chita. Muito mais fácil era ir perto de Paris e de braços esticados marcar neles a medida do metro padrão. (Foi assim que eu marquei os 2 traços no balcão). E se eu era um ás a vender chita ao metro…

Depois pela vida fora andei quase sempre de fita métrica no bolso, pois podia ser preciso tirar as medidas assim de repente e ser apanhado desprevenido. Hoje tenho uma coleção de fitas e réguas e já nem meço chita nem tiro medidas…

Esta conversa toda vem a propósito duma curiosidade que li há dias sobre o comprimento do sexo (masculino já se vê, pois se fosse feminino estaria a falar de largura…). A pergunta era: qual o animal que tem o sexo mais comprido? Eu pus-me a imaginar o elefante, “o” baleia, o cavalo, o burro, até o Chipenda *, fui ao Youtube ver se recolhia mais alguma informação visual sobre o assunto e por aí me fiquei.

Eis que me é revelado o bicho, que não é nenhum daqueles, mas um pato.

É verdade! O animal de sexo mais comprido é o “pato qualquer coisa” (não tomei nota da raça e agora já não sei onde vi isso) que, quando esticado mede qualquer coisa como o espaço que a luz percorre em 1/374740573 segundos. É só fazer as contas…

E fico-me a imaginar o que não seria um arroz deste pato apanhado num daqueles dias em que tudo lhe estivesse a correr bem…

 

Chipenda era um angolano que, entre outras coisas, jogou futebol em Portugal nos idos de ??? A razão porque aparece na lista deixo-a à imaginação do leitor, mas sempre acrescento que tinha mais admiradores/as por alguns atributos físicos do que propriamente por ser um bom jogador… 

 

Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.        

publicado por Carapaucarapau às 11:59
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Maria Araújo a 20 de Setembro de 2013 às 21:25
O pato?!
Que se lixe o tamanho, o que importa é a performance.

Beijinho


De Carapau a 23 de Setembro de 2013 às 15:54
Concordo, mas no caso deste pato não posso dizer mais nada. O livrinho onde li isto, "aos costumes nada diz". E também não trazia reacções das patas...
Bjo.


De Labirinto de Emoções a 23 de Setembro de 2013 às 23:05
O Pato!!!!!!!...ou o terror das patas ou o deliro destas..:))) mas como dizia a minha querida avozinha..."tamanho não é sinónimo de qualidade... mais vale pequeno e mexilhão... que grande e molengão"
Porque isto de medidas, de facto tem muito que se lhe diga..rsrsrs

E com esta me vou...deixando beijinhos pequenitos e romeiros...ahahah


De Carapau a 24 de Setembro de 2013 às 14:00
Para quem tem ou teve uma avó com tanta sabedoria não é admiração que dê uma resposta dessas. Agora eu que não conheci as avós e nem sei tão pouco a que pato me refiro, tenho de me ficar só pela medida.
Agora para mexilhão ainda não há nada como um bzzzzzouro. :)
Bjo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds