Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012

O Presente dos Reis Magos

Este post de Natal vai ser diferente do que é uso por estas bandas. Hoje a escrita dá lugar à conversa e assim, quem esteja disposto a gastar quase 20 minutos do seu tempo, ouvirá um conto, que tem o título que dei a este post, dum escritor norte americano de seu nome O. Henry (1867-1910).

Por motivos técnicos o conto vai em dois videos, que deverão ser ouvidos pela ordem, como é óbvio. Pela primeira vez o Carapau vai mostrar "urbi et orbi" a sua voz e o seu pouco jeito para estas andanças. A gravação já tem dois ou três anos e, exactamente porque tive pouco tempo (...) não emendei nada, aqui vai com todos os gaguejos e erros de dicção, para além da voz grave, abagaçada, fruto duma constipação que na altura me atacava. Nada disto desculpa a falta de qualidade, mas Natal é Natal e tudo deve ser perdoado.

Não tendo nada para oferecer, ofereço-me o que já não é nada pouco. (Boa altura para uma risada...)

Lá para o fim irão os votos que se costumam fazer por esta altura.

 
 
(1ª parte) 
  
 
 (2ª parte)
 

Esperando que tenham conseguido ouvir tudo e que tenham gostado da história, resta-me desejar a toda a gente que aqui costuma vir (pouca mas da melhor) um Bom Natal com saúde, paz e amor e, se possível algum dinheiro para trocos.

publicado por Carapaucarapau às 14:06
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Labirinto de Emoções a 20 de Dezembro de 2012 às 16:09
Amei....pura e simplesmente AMEI! Se Natal é Amor, esta é uma das mais bonitas historias de Amor que eu já ouvi...
Amor é partilha é dar-se um ao outro , na busca da felicidade , é esquecermo-nos de nós mesmos para pensarmos primeiro em quem amamos..:)))
Um doce beiijo...e que junto a ti exista sempre alguem que ame a pessoa linda que és..)))
BOM NATAL.......


De Carapau a 21 de Dezembro de 2012 às 15:08
O conto, como ficou dito, não é meu, os louros vão todos para o O. Henry, que aliás não é mais do que o pseudónimo de William Sydney Porter, um homem dos sete ofícios, que inclusivamente esteve preso por "irregularidades" cometidas num banco onde esteve empregado.
Ao menos fica aqui o essencial sobre o autor, que escreveu praticamente só pequenos contos.
Dito isto, agradeço o comentário e ainda bem que gostaste, ainda que a gravação e a voz não sejam "aquela coisa".
Bjo. e votos de Bom Natal!


De Maria Araújo a 20 de Dezembro de 2012 às 19:32
Escutei.
Uma bonita analogia entre os Magos de Jesus e os Magos dos nossos tempos.
Sábios, foram os Magos e são todos aqueles que se assumem como sabedores de tudo e da nossa própria vida.
O amor é tonto, e quer sacríficios.
Quem nunca sacrificou alguma coisa ou a si próprio, por amor, então não amou de verdade.
Adorei escutar-te.
Feliz Natal.
Um beijinho especial.
Maria



De Carapau a 21 de Dezembro de 2012 às 15:18
Às tuas considerações sobre o amor eu não acrescento mais nada, é melhor ficarem as tuas palavras.
Se adoraste "escutar-me" ainda me entusiasmas a qualquer dia voltar a reincidir neste tipo de posts, agora que já "domino a técnica" do como fazer. :)
É só arranjar qualquer coisa jeitosa e que venha a propósito...
Feliz Natal também para ti e um bjo especial.


De maria teresa a 20 de Dezembro de 2012 às 20:05
Ainda estou de boca aberta, já não posso dizer que nem a tua voz conheço (aliás, estou-me a "alembrar", já vi uma fotografia tua de quando eras pequenote). Lindo presente o teu, oferecido de uma forma muito original "contando"uma bonita história de amor. Não conhecia este conto mas a cena da venda dos cabelos recordou-me uma semelhante, retratada nos Miseráveis.
"Ofereceste-te" e eu adorei!
Querido AMIGO muito obrigada! Que tudo o que nos desejas também recebas!
Abre as barbatanas que eu vou aninhar-me entre elas!


De Carapau a 21 de Dezembro de 2012 às 15:28
Para já fecha a boca, não vá entrar qualquer mosca... :))
Agora já ficas com mais um elemento para compor o puzlle que é o Carapau. À foto que conhecias, e que esteve "aqui" exposta uns dias, juntas a voz "maviosa" e fica o quadro praticamente feito. :)
Em devido tempo li os Miseráveis, mas francamente não me lembro desse pormenor a que fazes referência.
Quanto ao autor deste conto, já dei mais umas dicas na resposta ao 1º comentário.
Fico no entanto com um problema para resolver: como te conseguirás aninhar nas minhas barbatanas?
Acho que vou pôr a concurso a resolução desse magno problema. :))
Feliz Natal e não andes tão fugida. O trabalho em excesso ainda é pior que o amor... :))
Bjo.


De maria teresa a 21 de Dezembro de 2012 às 20:42
Já fechei (a boca, claro)!
Também li os Miseráveis há séculos! Lembro-me vagamente de Mário e Cosetta, de Gillenormand,...e de uma mulher que vende os cabelos para arranjar dinheiro para dar de comer ao filho, ficando com a cabeça totalmente rapada. Estarei misturando personagens? Não sei! Mas ao ouvir o texto lido por ti, ela foi quem primeiro me surgiu na memória.
Quanto ao "aninhamento" não te preocupes, sou mestra em aninhar-me, dá-se sempre um jeito:):):)
O trabalho em excesso faz esquecer ... o que no meu caso é óptimo! As lembranças surgem e doem, no entanto a cabeça renega-as.
Abracinho meu


De Teresa Santos a 21 de Dezembro de 2012 às 17:59
Eu avisei, não avisei?!
Disse que deixava o cronicas " mas que ficaria por aqui a espreitar. Foi, ou não?

Ora muito bem!
Assim sendo, agora, numa visita sorrateira, não saltasse do aquário o pobre do Carapauzito, deparo-me com uma bela história de amor, narrada pela voz do próprio Carapauzito.
Escusado será dizer que fiquei super , mas super surpreendida (pela positiva, ouviu?!) e encantada. Uau , ouvi a voz do peixito mais janota da blogosfera.

Agora muito a sério.
Felicito-te pela excelente ideia. Cada vez mais personalizar é preciso. Desumanidade, indiferença, etc., etc., já chega a que temos. Que haja alguém que faça a diferença.

Barbatanas fechadas? Então...
Então abraço grande, grande. Um abraço onde cabem os meus votos de Santo Natal e de um óptimo (exagero?!) 2013.

Para que não subsistam dúvidas.
Assinado.
Teresa Santos


De Carapau a 23 de Dezembro de 2012 às 14:57
Para já agradeço a visita, como é de bom tom. :)
Depois digo que esta porta está sempre escancarada, nem é preciso vires sorrateiramente. Entras, serves-te e deixas o recado que quiseres e se quiseres. Mas gosto mais quando deixas um papelinho... :)
Se te surpreendi (ainda por cima duma maneira super...uau!) já foi uma bela prenda de Natal. Como foram prendas, aliás os comentários das outras ilustres visitantes.
Quanto ao post e à sua "originalidade" (aqui na caverna, entenda-se), já contei a sua história, mais acima.
Portanto resta-me dizer que também já passei pelo "Crónicas" e que retribuo os votos de Bom e Feliz Natal e de Novo Ano, de que já sentimos os passos lá fora. Que acabando em 13 já me cheira a ser ano de azar (mais ainda...) mas não é altura para falar disso agora.
Grande abraço.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds