Sexta-feira, 5 de Outubro de 2012

As escutas da Tia Armandina

 

Quando aqui há tempos o assunto “escutas telefónicas” andava na boca do mundo, num dia em que fui convidado pela tia Armandina para almoçar lá em casa, a conversa também passou por esse tema. E começou assim:

- Então o que é que o Menino me diz das escutas telefónicas?

E sem esperar pela minha resposta (aliás eu sei que, quando a Tia faz a pergunta com uma certa entoação, não espera resposta), a Senhora continuou:

- Isto de escutar, seja um telefone, seja atrás duma porta, seja a conversa na mesa ao lado, no café, não é nada bom. Nem para quem escuta nem para quem é escutado; mas que é uma grande tentação, o Menino não tenha dúvidas…

- Não tenho não…

- Aqui há tempos achei o comportamento da Lú (a Lú é a neta da velha Lúcia que é empregada da tia já há uns 40 anos. A “miúda” foi praticamente criada lá em casa pela avó e pela Tia) um pouco estranho e, uma vez que ela se fechou no escritório a telefonar, fiquei intrigada e vi-me obrigada a fazer o que…enfim…o que tem de se fazer: pus-me a escutar atrás da porta. Não percebi com quem falava, nem o sentido da conversa, só percebi alguns pedaços de frases e algumas palavras desgarradas. Às tantas percebi ela a falar “na velha”, “na puta da velha” e num “apertão na velha”. Claro que estive para abrir a porta e pôr tudo em pratos limpos, mas aguentei-me e fiquei a aguardar por outras oportunidades.

Passados dois ou três dias a Lú veio ter comigo e contou-me o que lhe estava a acontecer. Que tinha um namorado, que já por diversas vezes tinha ido falar com ele ao quarto onde morava e “enfim a Dininha sabe…” (a Lú trata a Tia por Dininha).

- E eu que tenho a ver com isso? Já és maior e tens obrigação de saber o que fazes.

 Ela contou-me então que a dona da casa onde o namorado tem o quarto alugado, uma senhora já de idade, deu-lhe toda a liberdade de levar lá quem quisesse, mas agora ameaçou-a (à Lú) de ir contar esses encontros à avó. A Lú estava aflita, pois o Menino sabe a relação entre a Lú e a avó e o choque tremendo que seria para a Lúcia uma revelação destas sobre a neta. Percebi então a conversa telefónica que eu tinha escutado. E como o Menino vê, nem sempre a “velha” que nós ouvimos nas escutas é a “velha” que pensamos.

Ainda que no fundo seja de velhas que se trata…

 

publicado por Carapaucarapau às 14:09
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De maria teresa a 5 de Outubro de 2012 às 20:52
Eu frito-te! Asso-te! Faço-te de caldeirada! Deserdo-te!
Atiro-te para debaixo de um comboio em andamento! Atiro-te de um avião sem para quedas!...
Agora adivinha porquê!
Sem abraços, sem beijocas, sem nada!


De Carapau a 7 de Outubro de 2012 às 22:59
Uma Senhora que comenta um pouco mais abaixo já me grelhou lá no grelhador dela, sem respeito nenhum pela minha linda pele azulada.
Agora tu já nem pela grelhadela te ficas. Assas-me e/ou fazes-me de caldeirada. E deserdas-me!!! Olha as víboras que eu acalentei em meu peito!!! :))
Mas, pior que tudo, é que eu não faço a mínima ideia da razão disto tudo. Explicas-me?
Enquanto posso, o mesmo é dizer enquanto não me desmembram totalmente, aqui te abraço e bjo. :))


De maria teresa a 8 de Outubro de 2012 às 01:23
Não percebeste o porquê?
Então escuta bem que eu só digo isto uma vez

"Ainda que no fundo seja de velhas que se trata…"

Velhas? Senti-me agredida! E "prontos", vê lá se para a próxima és mais espertinho!

Como já é 2ª feira mando-te um abracinho, quero começar a semana bem disposta


De Carapau a 8 de Outubro de 2012 às 17:37
Nem pela cabeça da tia Armandina passou essa de alguém enfiar o carapuço. :)
Eu não sou o intérprete da Tia. Nem ela precisa nem eu queria. Mas, conhecendo-a como conheço, sei que ela, com a expressão não se referia à idade das pessoas, mas à cabeça das pessoas. Ela aliás brinca com a própria idade, como fazem todas as pessoas de cabeça arejada, como é o caso dela, o teu e o muita gente. (Não falo de mim porque sou um jovem estouvado que diz o que lhe vem à cabeça :))
Sei que a tua reacção foi a brincar e esta resposta também vai nesse sentido. Ainda hesitei em deixar aqui uma piada em que eu também entraria, mas acho que assim, termino melhor. :))
2 bjos (um é da Tia).


De maria teresa a 8 de Outubro de 2012 às 19:39
Vá lá! Vá lá! Lavaste bem as barbatanas:):):) E como elas estão bem lavadinhas venha daí um abracinho do meu Carapau preferido rsrsrsrsrsrsrs

A tia Armandina que fique a ver!


De Teresa Santos a 5 de Outubro de 2012 às 21:04
Moral da história:
- ouvir atrás da porta não é aconselhável;
- seres grelhado uma vez mais, uma inevitabilidade.

Por mim? Não, nem pensar! Há uma amiga que se vai encarregar dessa questão.

Começo a ter dó de ti, pobrezito.

Olha, um abraço de conforto.


De Carapau a 7 de Outubro de 2012 às 23:02
Estão "feitas" uma com a outra: grelhaste-me, a outra amiga frita-me (e malvadez das malvadezas) deserda-me!!!
De ti já espero o pior, mas da outra Senhora...fiquei de boca aberta e olhos esbugalhados.
Já fiz queixa às autoridades.
Um abraço desconfortado. :))


De Labirinto de Emoções a 8 de Outubro de 2012 às 14:09
Depois de ler tudo isto só me suscita um sorriso...
Um carapau com sangue na guelra ter de aturar uma tia e ainda ser grelheado por uma amiga...
Não se faz...faça a queixa na policia que eu assino por baixo, ahahah

Beijocas


De Carapau a 8 de Outubro de 2012 às 17:40
Agradeço a disponibilidade para a assinatura, mas isto não vai dar em nada. :)
Aqui as "emoções" são muito à flor da pele e, mesmo quando resolvem grelhar-me, nem calcula a quantidade de manteiga com que me untam para eu não sofrer. :)
Obrigado pela visita e espero vê-la por cá mais vezes.
Bjo.


De Labirinto de Emoções a 8 de Outubro de 2012 às 20:34
Já dei uma gargalhada...
Usam muita manteiga...mas não limão.. cheio de sorte assim não arde!!!
Eu sinceramente gosto de carapaus grelhados...mesmo ao natural sem molhos (se não tenho cuidado com o colestrol...estou feita)
Um beijito com aroma a maresia


De Carapau a 10 de Outubro de 2012 às 19:04
Não percebi: grelhados ou ao natural? (Entendendo eu que ao natural são crus.
Bjo.


De Maria Araújo a 9 de Outubro de 2012 às 17:21
Oi! Olha Carapau, não tenho o hábito de ficar atrás da porta a ouvis conversas, mas às vezes, quando se ouve falar baixinho, para que ninguém ouça, dá cá uma vontade!
Não digo mais nada, porque estoiu a ficar velha, caraças.

Beijinho


De Carapau a 9 de Outubro de 2012 às 19:12
Pescada marmota com o sangue na guelra e vens para aqui carpir mágoas?
E não escutes não, que é feio.
Bjo.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Aleluia!

. Dignidade

. Balanço

. Outros Natais...

. A dúvida

. Promessas...

. Pulítica

. O não post...

. Quem sai aos seus ...

. Férias/Feiras

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Contador de visitas

Criar pagina
Criar pagina
blogs SAPO

.subscrever feeds